Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Ressecamento vaginal

Por Marcelo Condé

13/07/2021 às 16h24 - Atualizada 13/07/2021 às 16h24

Você sabia que a secura vaginal pode ocorrer por diversos fatores e em qualquer idade?

Segundo a Associação Brasileira de Cosmetoginecologia (ABCGIN), “as mulheres no período da menopausa acabam tratando isso com maior normalidade, acreditando não ser tratável, por conta da idade. O ressecamento prejudica a plena funcionalidade da vagina, causando dores, incômodos, afetando a autoestima e a vida sexual”. Existem tratamentos eficazes para esse problema, mas será que eles conseguem ter um resultado definitivo? Entenda!

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Quais as causas mais comuns do ressecamento íntimo?

A causa do ressecamento vaginal, na maioria dos casos, é a diminuição da produção do estrogênio, hormônio responsável por manter a vagina hidratada. Essa baixa tende a acontecer naturalmente com a idade, sendo mais perceptível durante a menopausa, conhecida como síndrome urogenital da menopausa.

O corpo também pode produzir menos estrogênio durante a amamentação, durante quimioterapia, após a remoção dos ovários ou com ingestão de remédios que interferem na produção dos hormônios reprodutivos.

A falta de lubrificação pode ocorrer também por motivos psicológicos, se você se sente muito seca durante o sexo, isto pode estar acontecendo por falta de estímulo. Caso o ressecamento esteja associado com a falta de desejo sexual, você pode estar com queda na libido, que pode ser causada por outras condições.

Para buscar a causa do ressecamento é importante uma análise completa na sua vida, não são apenas fatores internos ou uso de remédios que afetam o bom funcionamento do seu corpo. Doenças psicológicas tendem a alterar este funcionamento. A ansiedade e depressão podem estar associadas a secura vaginal, causando baixa de libido e desejo sexual, o que diminui a lubrificação vaginal, ressecando as mucosas.

O conteúdo continua após o anúncio

A consequência do ressecamento é dolorida para as mulheres, os sintomas são associados a queimação, coceira, desconforto, corrimento e dores durante o sexo. Nenhum desses sintomas deve ser considerado normal, procure um médico.

Como tratar a secura? Existe solução definitiva?

Não, não existe uma solução definitiva para a secura vaginal. A melhor solução é buscar ajuda profissional para entender a causa do problema e trata-la, o procedimento adequado vai depender justamente da causa. Em caso de secura após ingestão de remédios, é necessário conversar com quem receitou para encontrar uma melhor solução. Se o motivo for a baixa hormonal existem tratamentos como terapias hormonais e lubrificantes que são paliativos para o problema. Uma boa opção é o uso de radiofrequência e o laser vaginal, sendo indolor e muito eficaz para recuperar a umidade, elasticidade e até espessura da área íntima. É necessário a manutenção para que os efeitos se prolonguem.

Gostou do conteúdo?

Envie, compartilhe e mande a sua dúvida

Email

Instagram

Marcelo Condé

Marcelo Condé

Ginecologista e obstetra, especialista em medicina estética, com atuação nos hospitais Albert Sabin, Monte Sinai, Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora e Hospital Unimed. Integrante da Associação Brasileira de Cosmetoginecologia

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia