Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Período fértil

Por Marcelo Condé

11/12/2021 às 00h26 - Atualizada 11/12/2021 às 00h26

O Período Fértil é a fase do ciclo menstrual em que a mulher tem a maior probabilidade de engravidar, pois é quando há liberação de um óvulo por um dos ovários, que pode ser fecundado por um espermatozoide, caso hajam relações sexuais nesse período.

Se o espermatozoide encontrar o óvulo e fertilizá-lo, a gravidez acontece. O útero se prepara para receber o ovo recém fecundado, a fim de que ele possa ali se fixar e se desenvolver. Por essa razão, durante a gravidez a menstruação desaparece.

Se não ocorrer a gravidez, o óvulo não fecundado é eliminado e a mulher menstrua, marcando o início de um novo ciclo.

Como calcular o período fértil?

Inicialmente, você deve marcar em um calendário, durante pelo menos seis meses, o primeiro dia de cada menstruação, para verificar o número de dias que durou cada ciclo menstrual. O ciclo menstrual é o tempo que vai do primeiro dia de uma menstruação até o dia que antecede o início da menstruação seguinte.

O cálculo do período fértil é obtido da seguinte forma:

• Diminuindo 18 da duração do ciclo mais curto,obtém-se o primeiro dia da fase fértil.

Por exemplo: se o ciclo mais curto tiver sido de 28 dias: 28-18=10. Isto é, o 10° dia do ciclo
será o início da fase fértil.

Diminuindo 11 da duração do ciclo mais longo, obtém-se o último dia da fase fértil. Por exemplo: se o seu ciclo mais longo tiver sido de 32 dias: 32-11=21. Isto significa que o 21° dia do ciclo será seu último dia fértil.

O conteúdo continua após o anúncio

No exemplo utilizado acima, o período fértil é do 10° ao 21° dia do ciclo.

Desta forma, se você deseja programar ou evitar uma gravidez por meio de um método natural, você pode conhecer seu período fértil e planejar melhor sua vida reprodutiva.

Esta técnica é conhecida como método da tabela. A eficácia desse método depende de seu uso correto e da cooperação de ambos os parceiros, o que requer disciplina, conhecimento do funcionamento do corpo e observação atenta. A tabela é individual, cada mulher tem que fazer a sua.

Sendo assim, o ciclo menstrual normal pode variar, mês a mês, dependendo da duração da primeira fase do ciclo. Nos dois anos após o início das menstruações, devido à imaturidade na produção hormonal e a ocorrência frequente de ciclos sem ovulação, é comum algumas adolescentes terem os ciclos irregulares.

No entanto, quando essa irregularidade permanece por longo tempo ou ocorre em outra fase da vida da mulher, deve ser avaliada e investigadas as suas causas.

Assim como o início dos ciclos está relacionada os estímulos hormonais e às ovulações, quando termina o período reprodutivo, a mulher para de ovular e também de menstruar.

Desta forma, a menopausa normalmente ocorre entre 40 e 55 anos de idade, a partir da ausência de menstruações por período de um ano ou mais. A menopausa e o climatério (período antes, durante e depois da parada das menstruações) fazem parte do funcionamento normal da vida da mulher. Embora algumas mulheres apresentem alguns sintomas durante a adaptação a essa fase, o que pode ser tratado de acordo com cada caso, menopausa não é doença!

Durante essa fase não deve haver sofrimento. Para isso é necessário que hajam mudanças nos hábitos de vida (alimentação e atividade física), a fim de promover saúde. Caso os sintomas sejam intensos ou persistam, procure o serviço de saúde para avaliação, tratamento e prevenção de complicações.

Marcelo Condé

Marcelo Condé

Ginecologista e obstetra, especialista em medicina estética, com atuação nos hospitais Albert Sabin, Monte Sinai, Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora e Hospital Unimed. Integrante da Associação Brasileira de Cosmetoginecologia

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia