Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Aspirante a craque

Por Renato Salles

04/02/2022 às 07h00 - Atualizada 03/02/2022 às 19h02

Início de temporada é sempre com freio de mão puxado. Mais ainda no Brasil, com seus campeonatos estaduais. Para os pequenos e os jogadores de times de menor expressão, os regionais são uma grande vitrine. Mas a verdade é que, para o torcedor das equipes mais tradicionais, esta etapa do calendário tem muito pouca atratividade. Vale só pelas finais e pelos clássicos.

Na última quarta, tivemos o primeiro grande clássico do futebol brasileiro, com o Santos batendo o Corinthians, de virada, por 2 a 1, na casa do adversário. Para além do resultado, foi até um bom jogo para início de temporada. Mas os dois times terão que melhorar – e muito – se quiserem sonhar com grandes conquistas na temporada. A despeito disso, foi um bom jogo, muito disputado.

A meu ver, a partida trouxe o primeiro grande destaque do futebol brasileiro em 2022: o atacante Marcos Leonardo, do Santos. O jovem de 18 marcou dois gols em um clássico na casa do adversário. Só isso já seria o suficiente para colocá-lo entre os caras do momento. Mas além de ter resolvido um jogo que tinha tudo para ser difícil, o moleque mostrou personalidade dentro e fora de campo.

O conteúdo continua após o anúncio

Dentro das quatro linhas, uma atuação implacável. Ele já vinha bem durante a partida, mas se destacou, de fato, a partir dos 15 minutos do segundo tempo. Primeiro, marcou um golaço, após deixar três finais corintianos a ver navios. Depois, sofreu e bateu, com personalidade, o pênalti que garantiu a vitória do Santos.

Ainda dentro de campo, comemorou em uma breve provocação à torcida adversária. Como não houve conflitos, digo que foi uma provocação respeitosa. Já fora do gramado, concedeu entrevistas com personalidade. Já nesta quinta, falou que se inspira em Romário e Ronaldo. Daí, o gol de bico, após deixar a zaga do Corinthians falando sozinho.

O raio cai no mesmo lugar de novo, e temos mais um baita potencial de craque surgido na categoria de base do Santos, que, talvez, seja a mais profícua indústria de jogadores com potencial para alcançar o status de craque. Ainda não é, mas pode ser.

Renato Salles

Renato Salles

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia