Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Benefícios da atividade aeróbica em jejum

Por Alice Amaral

26/01/2022 às 13h01 - Atualizada 26/01/2022 às 13h05

Jejum é o ato de ficar sem comer e sem beber. Se a pessoa tomar um shake ou comer uma fruta, já não é mais jejum. Portanto, exercício aeróbico em jejum, também conhecido como AEJ, é o ato de realizar um exercício aeróbico de baixa/moderada intensidade sem ter se alimentado.

A atividade física oferece uma série de benefícios à saúde, como a melhora do humor (devido à liberação de substâncias neurotransmissoras, como a dopamina e a serotonina, aumentando a sensação de prazer e felicidade). Ela também atua no combate da depressão, da ansiedade, da insônia e fortalece a musculatura, deixando os tendões e ligamentos mais flexíveis. Além disso, a atividade física aumenta a disposição para realizar as tarefas do dia a dia, melhora a produtividade nos estudos, a postura, o equilíbrio, a coordenação motora, diminui o risco de osteoporose, ajuda a diminuir a pressão arterial e os níveis de colesterol; melhora a capacidade pulmonar, diminui a incidência de doenças cardiovasculares, diabetes, melhora o edema em membros inferiores, as varizes (gerando uma diminuição do risco de trombos) e ajuda na prevenção e tratamento de vários tipos de câncer.

Ela também reforça o sistema imunológico – importante no combate de gripes e resfriados – auxilia na queima de gordura, controla a fome e ajuda a diminuir a obesidade.

Já a atividade física em jejum, garante mais benefícios para o organismo. Quando nos alimentamos antes do exercício, o corpo utiliza esses alimentos como fonte de energia. Mas quando estamos em jejum, ele passa a usar a gordura armazenada nos adipócitos como combustível e, com isso, teremos:

Uma diminuição da resistência insulínica, gerando uma diminuição do risco de diabetes;

O conteúdo continua após o anúncio

Aumento da produção de adrenalina e noradrenalina;

Regulação dos níveis de cortisol (hormônio do estresse);

Aumento da produção do GH, hormônio do crescimento, importante na lipólise (queima de gordura) e no ganho de massa muscular

Além disso, o exercício aeróbico em jejum potencializa o emagrecimento. Segundo um estudo realizado pela Universidade de Uppsala, na Suécia, a atividade aeróbica em jejum aumenta três vezes a capacidade do corpo de queimar gorduras. Entre as atividades mais indicadas, podemos destacar a caminhada, a natação, o ciclismo e a corrida. A intensidade deve ser de baixa a moderada e de curta duração. Lembrando que logo após o treino, a pessoa deve se alimentar.

Importante destacar que a AEJ é mais indicada para pessoas que têm uma alimentação saudável e uma rotina frequente de treinos. Se a pessoa não estiver preparada, ela pode sentir mal estar (cefaleia, náuseas, tonturas e até desmaios, já que pode causar uma hipoglicemia). Então, ela não é indicada para sedentários ou pacientes que têm outra restrição em relação à saúde.

Importante, também, que a pessoa antes de começar qualquer processo, deve passar por uma avaliação médica. Independente de ser jejum ou não, a atividade física tem que fazer parte do nosso dia a dia. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda, pelo menos, 300 minutos de atividade física por semana.

Embora o assunto seja controverso, existem evidências dos resultados.

Alice Amaral

Alice Amaral

Médica - Título de Especialista em Nutrologia – RQE 9884 - Título de Especialista em Medicina do Esporte – RQE 9895 - Título de Medicina Física e Reabilitação - RQE 44090

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia