Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Biscoito da alegria: Santa Hildegarda

Por Alice Amaral

18/06/2021 às 11h41 - Atualizada 18/06/2021 às 11h41

“Tome um pouco de noz moscada, um peso igual de canela e um pouco de cravo e moa-os. Faça “panquecas” com essa mistura e com farinha fina de trigo e um pouco de água. Coma-os frequentemente. Acalmará toda a amargura do coração e do espírito, abrirá seu coração, aguçará os sentidos deteriorados e fará sua mente alegre. Purifica seus sentidos e lhe diminui todos os humores prejudiciais. Dá bom líquido ao seu sangue e lhe fortalece.” (Santa Hildegarda de Bingen – Livro de Medicina Simples (Physica))

Ingredientes

90 g de manteiga ghee

250 g de farinha de aveia orgânica sem glúten

1 ½ colheres de sopa rasa de cravo moído

1 ½ colheres de sopa rasa de canela moída

1 ½ colheres de sopa rasa de noz moscada

O conteúdo continua após o anúncio

70 g de farinha de amêndoas

80 g de açúcar mascavo

1 pitada de sal

2 ovos batidos

Preparo

Coloque a farinha de aveia num recipiente largo e em seguida, acrescente a manteiga derretida, o açúcar mascavo, a farinha de amêndoas, os ovos batidos, uma leve pitada de sal e as especiarias. Misture tudo até formar uma massa homogênea e deixe na geladeira por 30 minutos (é bom proteger com um papel filme para não ressecar). Passado esse tempo, retire a massa da geladeira, sove-a por alguns minutos e abra-a com a ajuda de um rolo na espessura de 2-3 mm, mais ou menos. Com uma faca ou com pequenas forminhas, corte a massa na forma de pequenos biscoitos e coloque-os numa forma para assar, sobre um papel manteiga. Deixe-os assar entre 15 a 20 minutos a 160-180 °C. Retire do forno, deixe-os esfriar e guarde-os em lugar fresco. Coma 3 a 5 biscoitos por dia.

 

Alice Amaral

Alice Amaral

Médica - Título de Especialista em Nutrologia – RQE 9884 - Título de Especialista em Medicina do Esporte – RQE 9895 - Título de Medicina Física e Reabilitação - RQE 44090

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia