Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Alimentação: qual o segredo para envelhecer bem?

Por Alice Amaral

17/05/2021 às 21h34 - Atualizada 17/05/2021 às 21h36

A população idosa cresce ano a ano e as pessoas estão preocupadas em viver mais e melhor. O envelhecimento é um processo fisiológico que varia de indivíduo para indivíduo e depende de fatores genéticos e ambientais. Por sua vez, os genéticos não têm como mudar, mas é possível adotar hábitos saudáveis, gerando mais qualidade aos anos a serem vividos. Os hábitos saudáveis podem ajudar a prevenir doenças e melhorar o bem-estar físico e mental, garantindo uma vida longeva.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda, pelo menos, 150 minutos de atividade física por semana, pois a prática de exercícios melhora o condicionamento cardiovascular, ajuda a manter a massa muscular, melhora a força, o equilíbrio e a coordenação motora; além de liberar substâncias que ajudam no humor e combatem a depressão. Outra orientação é praticar atividade em grupo, pois o convívio social contribui para melhorar o bem-estar.

O hábito de tomar sol também é importantíssimo. Os raios solares ajudam na produção da vitamina D, que atua no combate da osteoporose, do diabetes, aumenta o sistema imunológico, ajuda na prevenção de diversos tipos de câncer, da memória, além de regular o ciclo circadiano (também conhecido como relógio biológico), que mantém as atividades e os processos biológicos do corpo como metabolismo, sono e vigília.

O conteúdo continua após o anúncio

Sono

Uma boa noite de sono combate a pressão alta, previne a obesidade, melhora a memória, ajuda no controle do diabetes e combate doenças cardiovasculares. Lembrando que o quarto deve ser muito escuro (como era a caverna dos nossos ancestrais) e o colchão e o travesseiro, adequados para a sua necessidade. A outra dica é não beber muito líquido ao final do dia, a fim de evitar as idas ao banheiro.

Vida sexual

Manter uma vida sexual ativa melhora o bem-estar geral, o humor, a capacidade cognitiva, aumenta a autoestima e rejuvenesce. Também é fundamental ter um propósito de vida. A pessoa não morre quando deixa de viver, mas sim quando ela para de sonhar. O desejo de fazer e conquistar algo é que nos move e nos dá força e estímulo para viver.

Alimentação

Com o envelhecimento ocorre uma diminuição da absorção e do metabolismo dos alimentos. Segundo a OMS, a partir dos 60 anos de idade a necessidade de energia é reduzida em 5% a cada década, devido à diminuição do metabolismo basal (quantidade de energia que o metabolismo utiliza para manter suas ações vitais em repouso). Por isso, a ingestão de alimentos deve ser menor, porém, equilibrada, com boas fontes de proteínas, gorduras, fibras, vegetais e frutas.

Portanto, a dica é evitar os alimentos que aceleram o envelhecimento (como açúcar, excesso de álcool, gorduras trans, refrigerantes, sucos industrializados e carnes processadas).

Por fim, consuma alimentos que retardam o envelhecimento, como água, ricos em vitamina E, betacaroteno, ômega 3, probióticos, ácido fenólico e catequinas. Uma alimentação balanceada vai aumentar a imunidade, a disposição, diminuir o cansaço e prevenir o envelhecimento precoce.

Alice Amaral

Alice Amaral

Médica - Título de Especialista em Nutrologia – RQE 9884 - Título de Especialista em Medicina do Esporte – RQE 9895 - Título de Medicina Física e Reabilitação - RQE 44090

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia