Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Menos é mais

O estilo minimalista é tendência mundial

Por Aletheia Westermann

24/10/2021 às 07h00 - Atualizada 22/10/2021 às 18h37

Nossa casa deve ser enxergada como um local sagrado, nosso refúgio e ambiente propício para recarregar as energias. Ela deve ser o lugar onde nos sentimos mais seguros e protegidos diante de todas as atribulações modernas. Por isso, na hora de projetar a arquitetura interior fazemos um estudo dos móveis, complementos e cores que vamos utilizar com o objetivo de criar ambientes agradáveis e aconchegantes. O estilo minimalista de decorar é perfeito para criar este clima, já que a premissa do menos é mais é a palavra-chave e algo fundamental para promover o descanso e bons momentos junto aos familiares.

O conteúdo continua após o anúncio

Cores

Uma das características do estilo minimalista é a utilização de cores neutras no décor. Os tons de branco e bege geralmente são os mais utilizados, mas também é possível utilizar tons mais sóbrios, como cinza e preto. Neste tipo de projeto, criamos uma base neutra para depois conseguir destaque nos objetos de decoração e alguns complementos como almofadas e quadros, por exemplo.

Texturas

Outro ponto importante para criar um ambiente aconchegante é a textura. Ela pode ser acrescentada em tapetes, cortinas, revestimento dos sofás, mantas, almofadas, edredons e até mesmo em papéis de parede. No entanto, é preciso ser comedido na estamparia. As estampas minimalistas são discretas como as geométricas.

Praticidade

O minimalismo preza por espaços funcionais e práticos e utiliza os móveis para aplicar essas qualidades nos ambientes. Muitas vezes o mobiliário feito sob medida é multifuncional, com divisões específicas, pensadas para abrigar todo o material necessário. A preferência para atingir este estilo é utilizar móveis de linhas retas e simples, que os tornam ainda mais neutros e discretos, mas igualmente bonitos e sofisticados.

Iluminação intimista

É importante incluir um projeto luminotécnico que permita criar uma iluminação intimista. Para isso utilizamos luminárias e pontos de luzes que permitam criar um clima aconchegante e convidativo para o período da noite. Para este clima intimista, as lâmpadas de luzes amarelas são o tom mais adequado.

Acessórios

Os complementos devem ser integrados de maneira comedida. Somente elementos especiais, que decoram sutilmente, devem estar à vista. Dessa maneira fica mais fácil manter a organização, facilitando a limpeza e criando uma atmosfera minimalista para o jeito de viver.

Aletheia Westermann

Aletheia Westermann

Arquiteta e urbanista formou na UFJF EM 2001. Desde então é Arquiteta diretora do escritório Alethéia Westermann Arquitetos. Entre vários trabalhos importantes trabalhou na restauração do Cine Theatro Central em JF, tem projetos desenvolvidos tanto em São Paulo e Rio de Janeiro como no exterior: Em Londres, UK e nos Estados Unidos, nos estados da Florida e Connecticut . É colunista da rádio CBN/JF no programa Morar Bem Arquitetura e Interiores, além de escrever semanalmente para o Jornal Tribuna de Minas no caderno Casa e Cia.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia