Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / greve / polícia

Vinho na Janela: Toscana recupera tradição

Por Etiene Carvalho

23/08/2020 às 14h01 - Atualizada 24/08/2020 às 07h50

Vinho na Janela

Em razão da pandemia, muitos restaurantes, chás e cafés tiveram de se reiventar pois foram obrigados a fecharem as portas. Isso aconteceu em quase todo o canto do mundo. No entanto, na Toscana, muitos adotaram o sistema Take Away (compra na internet e retira no local) como o seu principal meio de venda. Assim, os comerciantes do local passaram a vender o vinho na janela, permitindo assim o distanciamento entre funcionários e clientes.

anela de vinho, em Florença

A ideia, contudo, não é tão original, informou a imprensa italiana. No século XVII,  na época da peste negra,  foram construídas na Toscana, pequenas janelas para a venda de vinho – chamadas as buchette del vino, pequenos buracos em casarões renascentistas por onde a bebida era vendida.

O conteúdo continua após o anúncio
Janelas de Vinho

Estas janelas eram compostas por portadas de madeira que permitiam que permanecessem fechadas e tinham o tamanho certo de uma garrafa de vinho. O pagamento acontecia por meio do depósito de moedas numa caixa, as quais eram posteriormente desinfectadas com vinagre. É certo que o termo ‘Distanciamento social’ não era usado na época, contudo as janelas foram construídas com o propósito que nos dias de hoje está cada vez mais presente nas nossas vidas.

De seu nome original ‘buchette del vino‘, da Toscana, as janelas estão esculpidas nas paredes de lojas vinícolas e lojas urbanas, onde permaneciam como registr histórico, mas que em razão da pandemia estão sendo utilizadas para que muitos empresários mantenham seus negócios. Além de vinhos, são vendidos também café e comida por meio dessas janelas.

Etiene Carvalho

Etiene Carvalho

Etiene Carvalho é jornalista, especialista em Comunicação Digital pela Universidad de Alcalá (Espanha). Nível 3 Wine and Spirits Education Trust (WSet), Especialista em Vinhos da Califórnia (CWAS) e Sommelier Avançado Federazione Italiana Sommelier Albergatori Ristoratori (Fisar).

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia