Châteaux de Bourdeaux
O Château Cheval Blanc é um dos mais famosos (FOTO: Divulgação)

No mundo dos vinhos, a região francesa de Bourdeaux tem lugar de destaque. E nela, são muitos famosos os chamados châteaux de Bourdeaux. Mas você sabe o porquê dessa nomenclatura e o que ela designa?

Em primeiro lugar, vamos a uma explicação de ordem linguística. Châteaux é o plural de château, palavra francesa que significa castelo (referida também como palácio). E Bourdeaux, como já mencionado, é uma região localizada no sudoeste da França, para muitos a mais importante da vitivinicultura no planeta. Logo, em tradução literal Châteaux de Bourdeaux refere-se a “Castelos de Bourdeaux”.

Conheça os vinhos bordaleses Clarendelle

Châteaux de Bourdeaux não precisam ter castelo

Mas a expressão não é usada para fins arquitetônicos. São conhecidos como “Châteaux de Bordeaux” as importantes propriedades vinícolas situadas nessa parte da França. Muitas delas são sediadas em castelos, o que teria dado origem à definição, mas algumas não tem, o que não as descredencia no quesito. Elas podem ter edificações de outro tipo e receberem a mesma classificação. O conceito vai além e refere-se ao conjunto que engloba a produção do vinho: cantina, vinhedos, adega, etc… Então, o elemento principal é o vinho, não a construção.

Você sabe o que são as lágrimas do vinho? Clique aqui para descobrir!

Requisito para ser um Château de Bourdeaux

Châteaux de Bourdeaux
O vinho Château Lafite Rothschild é produzido em propriedade com esse nome (FOTO: Reprodução)

No entanto, engana-se quem pensa que basta produzir vinho em Bourdeaux para ser celebrado como um château. É preciso que a propriedade particular cumpra alguns requisitos a fim de se enquadrar nesta classificação. O mais importante é que as uvas sejam cultivadas no próprio local. Assim, produtores que compram cepas de terceiros não podem utilizar a nomenclatura.

O conteúdo continua após o anúncio

No caso dos vinhos tintos, as uvas mais usadas na fabricação dos “Châteaux de Bourdeaux” são Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. Já na elaboração dos vinhos brancos, Sémillon e Sauvignon Blanc se destacam.

Conheça cinco dos principais “Châteaux de Bordeaux”:

Châteaux de Bourdeaux
Château Latour, localizado na comuna de Pauillac (FOTO: Reprodução)

Château Lafite-Rothschild – Nominado em referência aos La Fite, família nobre da França, fica localizado na comuna de Pauillac. É o produtor do Château Lafite Rothschild e do Carruades de Lafite. Ambos são vinhos bastante famosos.

Château Latour: Assim como o Lafite-Rothschild, situa-se na comuna de Pauillac. É uma propriedade bastante antiga e icônica, com deferência enorme do universo da vitivinicultura. Nela, há vinhas antiquíssimas e entre seus rótulos mais famosos estão o Grand Vin de Château LatourLes Fortes de Latour Pauillac.

Château Cheval Blanc: Situado na comuna de Saint-Émilion, é o produtor do prestigioso rótulo Cheval Blanc (cavalo branco, em tradução literal para o português). A safra Cheval Blanc 1947 é das mais famosas da história, tendo adquirido um glamour em torno de si.

Château Margaux: Localizado na comuna de Margaux, é o château que mais recebe turistas. O seu vinho mais badalado leva seu nome e goza de enorme prestígio pelo mundo.

Château Haut-Brion: Situado na comuna de La Grave, tem entre seus rótulos o Château Haut-Brion e o Haut-Brion Blanc, entre outros.