Tópicos em alta: polícia / chuva

5 praias de águas cristalinas para conhecer no estado do Rio de Janeiro

Por Viajei Bonito

17/11/2017 às 15h58 - Atualizada 20/11/2017 às 13h04

Nem Caribe, nem Grécia, muito menos Tailândia. O Brasil é mundialmente conhecido por suas belezas naturais, sobretudo pelas praias paradisíacas, de mar azul turquesa e águas cristalinas. E para a nossa felicidade, elas nem ficam tão distantes de Juiz de Fora. O Viajei Bonito apresenta agora 5 praias maravilhosas para conhecer no nosso estado vizinho, o Rio de Janeiro.

1. Praia das Conchas – Cabo Frio

Praia das Conchas, em Cabo Frio, Rio de Janeiro
Praia das Conchas, em Cabo Frio, Rio de Janeiro. Créditos: Ronaldo Leonardo / Fonte: Wikimedia Commons

Há quem diga que Cabo Frio é o bairro mais afastado de Juiz de Fora. É fato que quem decide passar as férias de verão em “Cabufa” acaba encontrando bastante gente conhecida, principalmente se estiver na Praia do Forte. Embora esta seja a praia mais badalada da cidade, existem outras igualmente lindas, porém menos disputadas.

A Praia das Conchas é a nossa favorita na cidade. Fica no Bairro do Peró, emoldurada pelo Morro do Vigia e a Ponta do Arpoador, que são cobertos por vegetação nativa. A praia é de mar calmo, águas cristalinas e areia claríssima, compondo um cenário digno de filmes hollywoodianos. E por falar em produções cinematográficas, foram gravadas na Praia do Peró algumas cenas da novela “A Força do Querer”. A Cabana do Pescador, por exemplo, serviu de refúgio para a personagem Ritinha, interpretada pela atriz Isis Valverde.

Se quiser uma vista panorâmica de tudo isso, faça uma das trilhas que ficam nas extremidades da praia. No lado direito está a Ponta do Arpoador, onde construíram um mirante acessível por trilha cujo percurso não leva mais que 20 minutos. Do outro lado está o Morro do Vigia, aonde se pode chegar em uma caminhada de aproximadamente uma hora. Do alto é possível entender o porquê do nome: a praia tem o formato exato de uma concha. (Veja onde se hospedar na Praia do Peró, em Cabo Frio).

Distância entre Juiz de Fora e Cabo Frio: 335 km
Tempo de deslocamento: 5 horas e 40 minutos de carro

2. Pontal do Atalaia – Arraial do Cabo

Pontal do Atalaia, em Arraial do Cabo
Pontal do Atalaia, em Arraial do Cabo. Créditos: marcusrg / Fonte: Flickr

A Região dos Lagos é uma fonte inesgotável de praias paradisíacas, muitas delas ainda intocadas. Não é bem o caso das praias de Arraial do Cabo, que fervem de turistas na alta temporada, mas ainda assim é possível encontrar recantos magníficos, como as Prainhas do Pontal do Atalaia. São duas praias separadas por rochas que se unem na mesma faixa de areia quando a maré está está baixa.

O acesso à área é restrito para evitar a superlotação, são permitidos apenas 305 veículos por dia. Sendo assim, chegue o mais cedo que puder, pois a partir das 9h30 o fluxo de pessoas já começa a aumentar drasticamente.

Para chegar e sair das prainhas é necessário encarar uma escadaria de 225 degraus. Do alto é possível ter uma vista magnífica do mar, que rende fotos invejáveis.

O que diferencia as prainhas do Pontal do Atalaia das demais praias de Arraial do Cabo é a temperatura da água, que ali não é tão gelada. Praticamente não há ondas, o que é excelente para famílias que viajam com crianças pequenas. (Veja onde se hospedar no Pontal do Atalaia, em Arraial do Cabo).

Distância entre Juiz de Fora e Arraial do Cabo: 340 km
Tempo de deslocamento: 5 horas e 50 minutos de carro

3. Praia do Perigoso – Rio de Janeiro

Praia do Perigoso, na Barra da Guaratiba, Rio de Janeiro
Praia do Perigoso, na Barra da Guaratiba, Rio de Janeiro. Créditos: Gustavo Girard / Fonte: Flickr

A Praia do Perigoso é um paraíso imaculado na Barra da Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro. Embora esteja se popularizando, o lugar permanece praticamente deserto na baixa temporada e nos dias de semana, não só por causa da distância das áreas mais turísticas, mas também porque o acesso é feito apenas de barco ou por trilha, permeando a Mata Atlântica. O trajeto dura no mínimo 50 minutos, mas se você é daquele tipo de viajante que para a todo instante para fotografar alguma coisa, o percurso pode tomar muito mais tempo.

O conteúdo continua após o anúncio

De qualquer forma, todo o desgaste é recompensado quando colocamos os pés nas águas cristalinas e repousamos na areia branca. A trilha é bem sinalizada, mas se você estiver inseguro, contrate um guia. Lembre-se de levar bastante água e lanche. Leve também uma sacolinha e traga de volta todo o lixo que produzir até encontrar uma lixeira para descarte. (Veja onde se hospedar na Barra da Guaratiba, Rio de Janeiro).

Distância de Juiz de Fora e a Barra da Guaratiba: 224 km
Tempo de deslocamento: 3 horas e 50 minutos de carro (até o começo da trilha)

4. Praia do Aventureiro – Ilha Grande

Praia do Aventureiro em Ilha Grande, estado do Rio de Janeiro
Praia do Aventureiro em Ilha Grande, estado do Rio de Janeiro. Créditos: Marcelo Ribeiro / Fonte: Flickr

Ilha Grande é o paraíso na Terra. São dezenas de praias estonteantes, com mar oscilando entre os tons de azul e verde. Escolher a enseada mais bonita é tarefa difícil, mas a praia do Aventureiro salta aos olhos. O acesso mais cômodo é feito através de barco, partindo da Vila do Abraão.

São 500 metros de puro deleite, com areia fininha e mar cor de turquesa bastante agitado, para a alegria dos surfistas. O símbolo dessa praia é o coqueiro tombado, que embeleza as piscinas naturais. Essa é a melhor área para quem não sabe nadar e já cansou de tomar caldos.

Próximo ao cais saem duas trilhas que levam para distintos mirantes, o da Espia e da Sundara. Vale a pena subir um dos caminhos para ter uma visão privilegiada desse cenário de beleza irretocável. Não há quiosques no local, por isso leve o que for comer e beber. (Veja onde se hospedar na Vila do Abraão, em Ilha Grande).

Distância entre Juiz de Fora e Angra dos Reis: 300 km
Tempo de deslocamento: 4 horas e 25 minutos de carro (até Angra dos Reis) + 1 hora e 20 minutos de barco entre Angra dos Reis e a Vila do Abraão, em Ilha Grande.

5. Praia do Sono – Paraty

Praia do Sono, um refúgio paradisíaco em Paraty, Rio de Janeiro
Praia do Sono, um refúgio paradisíaco em Paraty, Rio de Janeiro. Créditos: Henrique Ferreira / Fonte: Flickr

Este refúgio localizado em área de preservação ambiental é uma ótima escolha para quem procura um lugar tranquilo para se desligar dos problemas cotidianos. Para chegar até lá é necessário pegar um barco no porto de Paraty ou encarar uma trilha de aproximadamente duas horas.

A paisagem é simplesmente uma das mais fantásticas de toda a Costa Verde, que percorre o litoral sul do estado do Rio de Janeiro até o litoral norte do estado de São Paulo. O cenário é emoldurado pela Mata Atlântica, oferecendo sombra em certos pontos da faixa de areia. O mar, por sua vez, tem águas cristalinas e poucas ondas. Será que foi daí que surgiu o nome “Praia do Sono”?

Caminhando um pouco mais é possível encontrar várias cachoeiras refrescantes. Se sobrar tempo e disposição, visite também as praias de Antigos e Antiguinhos, ainda mais desertas e selvagens. (Leia mais sobre a Praia do Sono e veja onde se hospedar em Paraty).

Distância entre Juiz de Fora e Paraty: 333 km
Tempo de deslocamento: 5 horas e 25 minutos de carro.

A lista de praias paradisíacas no Estado do Rio de Janeiro é interminável! Se você conhece algum destino que merece ser visitado, compartilhe com a gente na caixa de comentários.

Até breve!

Viajei Bonito

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia