Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / greve / polícia

Gol volta a operar na Zona da Mata na terça-feira depois de 5 meses

Por Celso Martins

30/08/2020 às 20h12 - Atualizada 08/09/2020 às 19h20

Será na terça-feira (01/09) o primeiro voo da Gol para o Aeroporto Regional da Zona da Mata. A companhia terá voos sem escalas partindo de Guarulhos às terças, quintas e sábados. Gol deixou de operar na Zona da Mata no final de março deste ano por causa da pandemia do coronavírus. Quem for viajar ainda no mês de setembro encontra passagens de ida e volta de Juiz de Fora para Guarulhos por R$ 635,27. (Veja todas as promoções no final deste post).

A partir de 25 de outubro a Gol voltará a oferecer voo diários, exceto aos sábados, da Zona da Mata para a cidade de São Paulo (Aeroporto de Congonhas). As passagens de ida e volta para quem pretende viajar em outubro custam R$ 660,17.

A Azul está oferecendo voos da Zona da Mata para Campinas desde o dia 17 de agosto. A ida e a volta entre as duas cidades custam apenas R$ R$ 449,20. Lembrando que a Azul oferece ônibus de graça para os seus passageiros de Campinas para a cidade de São Paulo, e também no sentido contrário. (Veja detalhes na imagem abaixo).

Garanta aqui as passagens para Campinas a partir de R$ 449

O conteúdo continua após o anúncio

Voos de ida e volta por apenas R$ 241

Com a retomada dos voos da Gol na Zona da Mata, é possível encontrar passagens aéreas promocionais para vários destinos. De Juiz de Fora para Salvador a ida  e a volta custam R$ 706,79, Curitiba R$ 625,32 e para Porto Alegre a viagem sai por R$ 606,53.

Nos voos saindo do Rio de Janeiro os destaques são a ida e a volta por R$ 241, Porto Alegre a partir de R$ 375 e para Salvador a ida e a volta custam R$ 486. Todas as passagens desta promoção estão com as taxas incluídas. Boa viagem!

Passagens aéreas de ida e volta com taxas incluídas saindo de JUIZ DE FORA

Celso Martins Santos

Celso Martins Santos

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia