Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / na pele delas / chuva / polícia / bolsonaro / eleições 2020

E-commerce: a revolução do consumo na era digital

O predomínio do consumo pelas lojas online tem feito com que diversas empresas se adaptem a um novo formato para oferecer os seus produtos. A praticidade, o conforto e a agilidade oferecidos pelos e-commerce têm contribuído para um crescimento acelerado desse comércio no Brasil.

Por Diogo Garcia

15/08/2018 às 18h09 - Atualizada 16/08/2018 às 09h58

Você já parou para pensar em quantos processos de e-commerce você tem dentro do celular? Ou então reparou em quantas das suas últimas compras foram feitas online? Certamente, a resposta para ambas as perguntas é uma grande variável.

O e-commerce vem ganhando mais espaço, uma vez que esse tipo de comércio além de ser capaz de formalizar processos e informações é muito seguro, ágil e confortável para os clientes, que aproveitam melhor seu tempo,encontrando com mais facilidade o que procuram sem o mínimo de deslocamento. As vendas online estão cada vez mais mobile, esta já é uma realidade presente fortemente em nosso país.

Logo, como os empresários devem agir diante de tamanho potencial do comércio digital? O jeito é se adaptar! Por isso nos deparamos com diversos processos que estão sendo automatizados e equipes preparadas para saber lidar com esse “novo” modelo de consumo.

Mas como uma empresa, tradicionalmente física pode ingressar no e-commerce? Uma boa dica para dar o primeiro passo é garantir a presença de sua marca nas redes sociais. Porém, o que pode parecer simples deve ser pensado com cautela, pois

para ingressar no mercado online é necessário garantir a qualidade do seu produto e, posteriormente, investir em um bom planejamento de mídias e no monitoramento dos resultados.

Exemplos de sucesso no e-commerce

Um case famoso é o do site Enjoei.com. O bazar online foi fundado em 2010 por Ana Luiza McLaren com o marido, Tiê Lima. A loja nasceu na plataforma blogspot, com um blog de Ana, e veio se tornar um portal de compra e venda com mais de 100 mil vendedores.

Logo em 2015, a empresa faturou R$ 15 milhões. Um dos principais diferenciais da loja está na qualidade. O Enjoei se envolve com os vendedores e monitora cada item anunciado. Ofertas com fotos escuras e de baixa qualidade e peças de origem duvidosa ou em mau estado de conservação são recusadas e os produtos são descritos com humor.

Outro sucesso de e-commer é o da Netshoes.  A empresa começou suas vendas em 2000, em São Paulo, como uma lojinha de calçados localizada ao lado da faculdade Mackenzie, visando aproveitar o público universitário que circulava pelos arredores.

Em 2002, os proprietários resolveram tentar as vendas pela internet. Nos dois primeiros meses online da Netshoes nenhum item foi vendido. A partir do terceiro mês houve uma venda e no mês seguinte, foram duas vendas. E aí a loja não parou mais.

Cinco anos depois, os sócios decidiram fechar as portas das lojas físicas e apostar todas as fichas no e-commerce. Em 2015, a marca se tornava a maior loja de comércio eletrônico voltada para artigos esportivos do mundo. O faturamento da empresa, desde 2012, ultrapassou a barreira de R$ 1,2 bilhão, sendo que em 2009 era R$ 155 milhões.

O conteúdo continua após o anúncio

A escolha de uma plataforma e-commerce

Um dos fatores que influencia diretamente o sucesso de seu e-commerce é a escolha da plataforma. Um bom site precisa ter boa logística, agradar os cliente e permitir um controle de vendas. Por isso, é necessário estar atento a alguns aspectos.

Escolhe plataforma e-commerce

 

→ O primeiro deles é o caráter responsivo, caracterizado pelo simples manuseio – afinal, quanto mais você domina a ferramenta, maior fica é a autonomia na loja virtual.

→ Capacidade de informar os clientes e ter controle do estoque. A plataforma precisa alertar tanto o cliente quanto o dono da loja virtual que o produto está em falta ou está acabando. Se nas lojas físicas a vitrine é a alma do negócio, no e-commerce é necessário estar atento ao design que precisa ser moderno, suportar a exposição de produtos e ser atraente ao perfil do cliente.

→ Opções de pagamento. Não adianta ter um belo layout e não ter as opções corretas para o usuário efetuar o pagamento corretamente.

 

Viu como é importante investir no desenvolvimento de sites? Com uma boa estratégia, o e-commerce pode ser uma ótima opção para o seu negócio. Tem mais dúvidas sobre o assunto? Converse conosco pelos comentários.

Até breve!

Diogo Garcia

Sou empreendedor digital desde 2008, a frente de empresas como o portal de conteúdo educacional Ecaderno.com, a agência de marketing digital Grupo Emídia e o site de bolsas de estudo To de Bolsa. Um incansável estudioso das estratégias de marketing digital e vendas online e que acredita que este é o caminho para as empresas prosperarem. O digital não é o futuro, é o presente !

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia