Como as marcas estão usando as novas redes sociais

Veja dicas úteis sobre como as marcas estão se adaptando as novas redes sociais para estreitar o relacionamento com seu público.

Por Diogo Garcia

13/03/2018 às 15h18 - Atualizada 13/03/2018 às 15h20

Uma das características mais marcantes das redes sociais é o fato de que são moldadas pelos usuários. Estes, que estão sempre abertos a experimentar plataformas novas e estão de tempos em tempos migrando para outras redes sociais, em especial os mais jovens. Estes estão buscando os serviços que sejam mais ágeis, mais descolados e claro, escapar dos pais, tios e avós, que nem sempre respeitam os “padrões de conduta” que cada rede social demanda. Por esta razão, os jovens estão cada vez mais conectados em outras redes sociais como por exemplo o Instagram e o Snapchat.

Além da busca por mais privacidade (do nicho) e agilidade, outro fator que também é determinante para aumentar esse fluxo é a presença cada vez maior do espaço publicitário e propaganda nas redes sociais.Para se relacionar com este público, as marcas já perceberam que existe vida além do Facebook e também estão migrando. É nessa hora que as empresas precisam tomar muito cuidado ao iniciar as atividades neste universo. Veja algumas dicas sobre como as empresas têm utilizado as redes sociais mais novas:

Snapchat

A mídia social queridinha dos jovens, o snapchat possui uma proposta interessante. É possível fazer o envio de mensagens e vídeos para seus amigos sabendo que estas imagens serão auto destruídas. Com a possibilidade de ter mais privacidade e escapar do Facebook (onde a maioria dos adultos se encontra), essa rede social foi abraçada pelo público jovem. Segundo o CEO da empresa, Evan Spiegel 10% dos smartphones brasileiros utiliza o aplicativo.

Porém, muito ainda se questiona sobre a força, a capacidade de marketing, que essa rede oferece para que possa ser aproveitada por empresas e anunciantes, ou se não passaria de uma febre, um modismo adotado pelos jovens.

Companhias americanas têm utilizado a ferramenta e conseguido bons resultados. Algumas das estratégias mais utilizadas são:

        1)Oferecer descontos

Oferecer desconto é uma das estratégias mais antigas e efetivas de todos os tempos. Funciona bem também no Snapchat. A empresa americana de delivery de comidas GrubHub ficou famosa ao utilizar a ferramenta distribuindo códigos de desconto por meio de imagens e vídeos.

Como as marcas estão usando as novas redes sociais

Uma vez que as mensagens se autodestroem em apenas alguns segundos (conforme a contagem de segundos na parte superior direita das imagens) a estratégia estimula a urgência na compra, aumentando a probabilidade de conversão. A limitação de tempo na visualização também corrobora com a idéia de que seu conteúdo é mais importante e merece toda a atenção do usuário.

        2) Bom relacionamento com a marca

Essência fundamental das empresas nas redes sociais, o Snapchat também é uma ótima oportunidade para estimular a interação das pessoas com sua marca. A americana 16 Handles que vende Iogurtes bolou a seguinte promoção: Primeiro, o usuário deveria enviar um snapchat consumindo o Iogurte 16 Handles. Momentos depois, o usuário receberia um cupom de desconto para ser aberto no caixa, na compra do próximo Iogurte. Desta forma, a empresa se utilizou da nova rede social para fortalecer laços empresa e clientes.

        3) Timing é tudo!

 A marca de fast food de comida mexicana Taco Bell aumentou suas vendas ao enviar para seus contatos um wrap crocante bem na hora do lanche. Timing é algo que deve ser explorado nessa ferramenta, a mensagem tem que ser lida no momento certo que ela chega, se o usuário demorar demais, pode ser tarde para ele.

Nas lentes do Periscope

Já o aplicativo Periscope é pouco conhecido ainda, mas com o passar do tempo será um dos apps obrigatórios para empresas que querem se fazer presente no mercado. Por meio de uma proposta simples, o aplicativo desenvolvido pelo Twitter para IOS e Android permite a transmissão de vídeos em tempo real. Você pode iniciar uma transmissão ou assistir transmissões ao vivo de pessoas que você segue, ou ainda pesquisar por outras transmissões em um mapa interativo, tudo por meio de streaming.

Empresas podem se aproveitar disso. Por meio de transmissões semanais, será possível fazer apresentações sobre seu produto, explicando para o usuário. Ele poderá interagir com você, tornando todo o processo muito mais dinâmico e interativo. Tudo em tempo real. O app pode ser usado também como ferramenta de fidelização dos clientes, convidando para as próximas transmissões, onde poderão ser compartilhados os eventos da empresa e as novidades

É claro que este é mais um canal de comunicação que exige trabalho criativo. Não adianta nada ficar só mostrando seu produto, sem agregar valor à vida do usuário, sem fazer parte da vida dele. Afinal, a mensagem deve sempre se adaptar à mídia social que está sendo utilizada. A idéia é mostrar que sua empresa está antenada as novidades tecnológicas.

O conteúdo continua após o anúncio

Por ter essa proposta interessante e acumular uma grande quantidade de usuários num curto período de tempo, as agências têm incluído essa ferramenta em seu mix de comunicação, seja para promover uma marca ou produto, seja para relacionar com o seu público. Seguem algumas dicas sobre como utilizar o Periscope para sua empresa:

               1) Backstage de programas

O apresentador do GNT Marcelo Tas viu no periscope uma boa oportunidade para divulgar o seu programa no canal: Papo de Segunda. A estratégia foi bem sucedida e o ator passou também a transmitir sua participação em outros programas de TV

              2) Conteúdo Antecipado e Exclusivo

A Adidas, utilizou o Periscope para anunciar de primeira mão a renovação de contrato do jogador colombiano James Rodriguez com a equipe do Real Madrid. Apesar da notícia se espalhar com velocidade, somente quem teve acesso ao vídeo soube da informação de primeira mão.

Como as marcas estão usando as novas redes sociais

                 3) Transparência e Fidelidade

Pioneira em utilizar a novidade, a rede de fast food brasileira Giraffas aproveitou do lançamento de sua campanha sobre o Dia de Comer Bem, em parceria com o instituto Ayrton Senna e transmitiu a preparação de seus pratos em tempo real utilizando o aplicativo. Trazer o consumidor para dentro de sua cozinha foi uma boa estratégia para mostrar que a empresa se preocupa com seus clientes e com a qualidade do produto que oferece.

Como as marcas estão usando as novas redes sociais

Medium

O Medium também é uma plataforma de publicação de conteúdo. Esta ferramenta se diferencia porque foi criada em volta do conceito de coleções. Vídeos, fotos, textos que serão ordenadas nesses grupos de interesse. O Medium utiliza o texto como formato predominante. São artigos mais aprofundados, reflexivos e na maioria das vezes de opinião. Aos outros usuários é possível avaliar este material.

As curtidas ganharam um tom de crítica e os comentários são organizados em forma de parágrafo. Ao passar o mouse sobre o texto, diversos balões com os comentários exibem o que outros usuários acharam do seu texto. É uma rede social organizada para aprofundar debates e diminuir o trolling (pessoas que comentam só para fazer piada) por exemplo. É possível ter acesso a estatísticas geradas sobre o número de quem realmente leu o texto e de quantas recomendações ele recebeu.

No Medium não importa se você é famoso, influente. Se o seu material for bom ele encontrará espaço ali. Os artigos não estão presos a uma listagem cronológica como um blog tradicional. Sua organização é parecida com a organização em grupos do Pinterest, só que no lugar das imagens, essa rede social utiliza os artigos de texto. Cada texto possui vida própria. Geralmente os textos são mais reflexivos. Quem está no Medium está atrás de conteúdo.

– Como as empresas podem usar o Medium?

Uma das possibilidades do Medium, através de sua estrutura de blog, empresas podem utilizar essa ferramenta como forma de editorial, uma forma de se posicionar diante de assuntos relevantes como por exemplo comportamento, maternidade, arte e cultura. Conteúdos aprofundados, ou matérias que fujam do convencional, que possuam um pensamento crítico são bem aceitas e a sua marca pode se beneficiar disso.

Este foi nosso post sobre as novas redes sociais e como as empresas podem se beneficiar disso para estreitar o relacionamento com seus clientes. As pessoas estão nas redes sociais para se entreter e se informar. É importante lembrar que o trabalho com redes sociais deve respeitar as regras de conduta da plataforma escolhida, mas sobretudo ser  pautado em boas idéias.

Gostou desse post? Fique ligado aqui  para saber ainda mais sobre marketing de conteúdo, SEO, mídias sociais e muitos outros tópicos do mundo digital e empresarial. Falar a mesma linguagem que a rede social demanda e se portar da maneira adequada são estratégias fundamentais para o sucesso de quem quer estar na internet.

Diogo Garcia

Diogo Garcia

Sou empreendedor digital desde 2008, a frente de empresas como o portal de conteúdo educacional Ecaderno.com, a agência de marketing digital Grupo Emídia e o site de bolsas de estudo To de Bolsa. Um incansável estudioso das estratégias de marketing digital e vendas online e que acredita que este é o caminho para as empresas prosperarem. O digital não é o futuro, é o presente !



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia