Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / polícia / eleições 2020 / bolsonaro

Flacidez no corpo te incomoda? Como lidar

A pele do braço que ressalta no famoso "tchauzinho" e que incomoda em fotos quando nos deparamos com as papadas é assunto deste artigo. Flacidez: um incômodo entre mulheres.

Por Saliza Serodio

20/12/2019 às 19h09 - Atualizada 20/12/2019 às 19h09

Ela está presente nas pernas, nos braços, no bumbum, na barriga, no rosto, na papada… A flacidez é a falta de firmeza da pele, que acontece em função de vários processos internos. A principal causa desse problema é genética e se deve ao envelhecimento natural da pele. Mas há quem seja a “falsa magra” – aquela pessoa com baixo peso, mas com poucos músculos e gordura de sobra. Há, também, quem se incomode com a perda excessiva de peso, que provoca a sobra de pele e a conseqüente insatisfação corporal, mesmo pesando pouco.

A flacidez pode ser agravada por maus hábitos, como uma alimentação ruim e sedentarismo. Seu surgimento está ligado, principalmente, à queda na produção de colágeno, que promove firmeza à pele e de ácido hialurônico, molécula responsável por deixar a pele preenchida. Com o avanço da idade e a diminuição da síntese dessas substâncias, a flacidez e os sinais do envelhecimento da pele ficam mais aparentes.

A partir dos 25 anos já é possível identificar os efeitos da flacidez no corpo e no rosto. No entanto, essa perda de sustentação aparece com mais frequência após a menopausa nas mulheres e em idosos de ambos os sexos, pois acontece a substituição de parte dos músculos por gordura.

Além disso, pessoas que tiveram um perda de peso drástica, que têm a pele clara e aquelas que se expõem ao sol constantemente, sem a devida proteção, também são bastante acometidas.

Formas de evitar a flacidez

 

Mantenha-se hidratada

Manter a hidratação do organismo é uma dica valiosa para conservar a elasticidade da pele por mais tempo. Isso porque a água renova as fibras de colágeno e melhora a circulação, impedindo o inchaço e a retenção de líquido.

Mantenha-se hidratada
Mantenha-se hidratada

Consuma alimentos ricos em proteínas e colágeno

A proteína encontrada em carnes magras, grãos, ovos, leite e derivados é fundamental na manutenção dos músculos que ajudam a preencher a pele. Além disto, apostar em uma alimentação rica em colágeno, presente na laranja, limão, kiwi, tangerina entre outras frutas cítricas é importante, porque ajuda a manter a firmeza da pele.

Os vegetais, chá verde e frutos vermelhos são ricos em antioxidantes, por isso são muito importantes para evitar a flacidez da pele, já que essas substâncias combatem o envelhecimento precoce.

A proteína é essencial na alimentação, não deixe de consumir
A proteína é essencial na alimentação, não deixe de consumir

Abandone o cigarro

O cigarro é horrível para a circulação sanguínea, além de contar com substâncias que aceleram o envelhecimento da pele. Logo, para de fumar é uma das medidas essenciais se você está preocupada com a flacidez da pele.

O cigarro influencia na flacidez corpórea
O cigarro influencia na flacidez corpórea

Faça exercícios físicos

Manter-se em movimento é fundamental para a musculatura. Para quem não sabe, as fibras musculares tonificadas e firmes são de grande ajuda na luta contra a flacidez da pele. A prática de exercícios físicos também ajuda na queima de gordura, responsável por deixar certos locais do corpo molengas, como o abdome, os braços, as coxas e assim por diante.

Utilize cosméticos antiflacidez de boa procedência

Os produtos não são milagrosos, mas com a estimulação correta da pele e a aplicação diária nas áreas mais flácidas, esses cremes (normalmente à base de silício ou colágeno) apresentam bons resultados.

O cuidado com a pele é essencial: use filtro solar, conheça as marcas dos cosméticos que utiliza. Mantenha a pele bonita
O cuidado com a pele é essencial: use filtro solar, conheça as marcas dos cosméticos que utiliza. Mantenha a pele bonita

Procure manter o seu peso

Engordar e emagrecer, emagrecer e engordar. Essas idas e vindas da balança são apelidadas de “efeito sanfona” e são danosas à pele quando o assunto é flacidez. A alteração constante de peso, especialmente se for muito drástica, faz com que as fibras elásticas da pele se rompam, causando não só flacidez, mas também estrias. Por isso, ao eliminar peso, é preciso manter os hábitos saudáveis e uma alimentação equilibrada para não haver oscilações na balança.

Recorra a procedimentos estéticos para resultados mais rápidos e eficazes

O conteúdo continua após o anúncio

Carboxiterapia

É um tratamento estético realizado através da infusão de gás carbônico em diferentes camadas da pele, promovendo uma melhor oxigenação, uma melhor circulação sanguínea e o estímulo do metabolismo celular sem agredir o organismo. É indicada para o tratamento de estrias, celulite e flacidez.

O gás carbônico fisiológico, ao entrar em contato com a pele, promove a oxigenação do tecido subcutâneo ajudando na renovação das fibras elásticas e na revitalização da pele, promovendo seu enrijecimento.

Radiofrequência

A radiofrequência age por meio do aquecimento e é um tratamento extremamente usado que, além de ser eficaz e seguro, pode ser indicado para outros casos. O aparelho de radiofrequência fornece calor superficial e também atua profundamente estimulando o colágeno, promovendo sustentação da pele por meio da contração de suas fibras e um possível remodelamento. Além disso, ele auxilia na produção de novas fibras após o procedimento. Neste caso, de forma única, a pele é aquecida de dentro para fora de modo controlado, sendo o aquecimento na superfície um reflexo do aquecimento na profundidade e com esta ação se dá o tratamento da flacidez.

Vale lembrar que o fato e a forma de essa contração ocorrer facilita o efeito visual de contorno facial ou corporal. Este efeito pode ser visto principalmente na região do arco inferior da mandíbula, abdômen (área da cintura), glúteo e coxas. A contração das fibras de colágeno em relação ao contorno age como uma suspensão de toda a pele da área trabalhada, gerando maior firmeza e amenização de rugas finas.

Mesoterapia

É um tratamento estético realizado com aplicações de medicamentos combinados (enzimas e outras medicações), chamada também de Intradermoterapia. O procedimento é minimamente invasivo, capaz de promover a queima de gordura localizada, combate à celulite e indução na formação de colágeno, no combate à flacidez.

Consiste na aplicação direta de alguma mescla (diferentes classes de medicações para fins específicos) na camada dérmica da pele (logo abaixo da epiderme) ou no tecido adiposo (abaixo da pele) diretamente na região em que se deseja tratar.

Seu principal benefício é atuar diretamente em uma determinada região, que intensifica os resultados e reduz a probabilidade de efeitos colaterais. Sendo assim, é uma opção rápida e segura.

As mesclas a serem administradas dependem sempre de qual parte do corpo deseja-se atingir e qual o tipo e intensidade do problema, seja gordura localizada, celulite em seus diversos graus, flacidez no corpo e na face.

Para flacidez corporal e facial, recomenda-se medicamentos que estimulam a formação de novas fibras de colágeno e ativam a circulação local, melhorando o aspecto da pele e auxiliando no combate a essas queixas.

Endermologia

A endermologia é a massagem que associa vácuo e pressão na pele.

A terapia faz, no local a ser tratado, uma pressão negativa associada a ventosas com roletes para deslizamento, realizando a técnica de massagem de palpação e rolamento. Estes movimentos causam reações dentro do corpo. A técnica aplica forças de compressão, distensão e cisalhamento no tecido. Com isso, a resposta é de aumento do fluxo sanguíneo local, aumento da oferta de oxigênio, drenagem tecidual e linfática, melhora da maleabilidade e tonificação tecidual e relaxamento muscular.

Ela é indicada para celulite, estrias, flacidez da pele, redução de medidas, cicatrizes, lifting facial e até para alguns problemas de saúde, como no controle de edemas e linfedemas, e complementando o tratamento de dores miofasciais e fibromialgia.

Quadris, coxas, abdômen, flancos, costas e braços são os locais mais comuns para receberem o tratamento, mas o corpo todo e o rosto podem se submeter à técnica. Para clientes mais sensíveis, não há motivos para não indicar o procedimento pois ele não é dolorido, mas pode haver algum desconforto, dependendo da avaliação.

Estética funciona?

Um recado importante

As opções são muitas, o mercado é amplo. Consuma produtos de qualidade. Pesquise, encontre profissionais qualificados e experientes. Consulte o seu médico.

Cuide-se com carinho
Cuide-se com carinho

Saliza Serodio

Saliza Serodio

Saliza Serodio, 30 anos, formada e atuante na área da estética e imagem pessoal no mercado de Juiz de Fora há quase 10 anos. Proprietária da clínica Corpo S/A, busca desenvolver um trabalho que auxilie no desenvolvimento de melhorias na saúde e bem estar, entendo que esses pontos impactam diretamente na qualidade de vida das pessoas.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia