Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / greve / polícia

Pilates na Gestação

Por Jeanne Carvalho

01/06/2020 às 06h20 - Atualizada 31/05/2020 às 23h45

 

Gestação não é doença, é um momento cheio de muitas mudanças, sendo elas adaptações fisiológicas, hormonais e biomecânicas ocorridas no corpo da mulher a partir da fertilização. Por isso, é muito importante a preparação do corpo para a gestação, o que envolve proporcionar ajustes nos sistemas corporais da mulher para que esse período seja vivido plenamente. As principais alterações são no sistema osteoarticular, devido ao ganho de peso progressivo durante a gestação, às alterações hormonais, à distensão abdominal (com consequente perda de força da musculatura abdominal) e às mudanças do centro de gravidade devido ao aumento do útero gravídico. Essas transformações se intensificam durante o terceiro trimestre gestacional.

O método Pilates é um programa de exercícios seguro e eficaz que pode ser utilizado durante a gravidez. Concentrar-se no treino dos músculos essenciais para a postura proporcionará a estabilidade postural e resistência dos músculos do assoalho pélvico, que ajudarão a diminuir as alterações posturais que podem causar dor lombar e disfunções do assoalho pélvico, como a incontinência urinária. Além disso, auxilia no desenvolvimento da resistência nos músculos estabilizadores da coluna, o que contribui para diminuição da dor lombar. Os exercícios de força, flexibilidade e alongamento ajudarão no desenvolvimento biomecânico adequado, minimizando as consequências deste como, por exemplo, a síndrome do piriforme, comum nessa fase devido a alterações biomecânicas do quadril.

Melhora da respiração: o método pilates é diretamente ligado ao trabalho dos músculos respiratórios sendo o mais importante o músculo diafragma que sofre diretamente com o crescimento do feto e a diminuição da mobilidade deste músculo.

O trabalho respiratório ajudará a manter essa mobilidade diafragmática que trará mais conforto principalmente no final da gestação, além da controle das alterações emocionais e ansiedade, comuns nessa fase.

Melhora da circulação: o trabalho respiratório associado com as posturas do pilates são uma combinação perfeita na melhora da circulação sanguínea. Esse fator é muito importante, pois a retenção hídrica e os problemas relacionados com a pressão arterial são comuns nessa fase. Uma das atenções que deve-se ter com as alterações de pressão arterial é a pré eclampsia, que pode colocar em risco a vida da mamãe e do bebê, e essa melhora da circulação é fundamental para controlar e evitar essa alteração.

O conteúdo continua após o anúncio

Relaxamento: a prática do método com os princípios filosóficos de concentração e respiração são excelentes para proporcionar o efeito relaxante. Este é muito importante para essa conexão mamãe e bebê, pois quando a mulher escuta bem seu corpo ela já passa entender o seu filho desde a barriga

Exercícios durante a gravidez evita o prolapso genital, incontinência urinaria e anal, disfunção sexual, diabetes gestacional, dores na coluna e articulações e diátese abdominal.

O trabalho respiratório e o fortalecimento da musculatura abdominal e pélvica auxiliam no parto e na sua recuperação.

As gestantes não devem praticar nenhuma atividade que eleve a frequência cardíaca  a mais de 120 batimentos por minutos pois isso diminui a circulação sanguínea. Dessa forma, o pilates é ideal para as gestantes que buscam saúde e bem -estar.

Para as gestantes que desejam saber mais e marcar uma aula é só baixar o app Tumaas.

Os instrutores de Pilates que trabalham com gestantes agora têm a oportunidade de divulgar seu trabalho e inovar no atendimento ao se cadastrarem na nossa página www.profissionais.tumaas.com.br

Acesse e faça seu cadastro.

Jeanne Carvalho

Jeanne Carvalho

Sou formada em Fisioterapia com especialização em acupuntura. Empreendedora, apaixonada por tecnologia e inovação, fundadora da Startup Tumaas - Plataforma que ajuda gestantes e mães a se conectarem com profissionais e instituições de saúde materno-infantil

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia