Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / polícia / eleições 2020 / bolsonaro

Bora tomar uma, mas de leve!

Bar do Totonho retoma as atividades, e podemos começar a matar a saudade dos botecos de JF

Por Airton Soares

27/05/2020 às 17h19 - Atualizada 28/05/2020 às 10h31

Com a adesão da cidade ao plano Minas Consciente, alguns bares, restaurante e botecos começaram a abrir suas portas novamente, seguindo os protocolos definidos pelo decreto da prefeitura municipal.

  E o Bar do Totonho, em sua unidade do Retiro, reabre aos finais de semana, mas com todo o cuidado necessário para manter a segurança de todos os clientes, colaboradores e proprietários. Quem conhece a casa sabe que se trata de um grande espaço, bastante iluminado e arejado. Por lá, as mesas ganharam maior espaço entre elas, aproveitando a amplitude do salão. Álcool nunca faltou por lá, né gente?! O Totonho mesmo serve as doses de cachaça nas mesas, mas agora tem também o álcool em gel pra ninguém se esquecer de manter as mãos sempre limpas! E o álcool em gel para assepsia também está distribuído em vários pontos e disponível para todos que estão por lá, lembrando que a higienização das mesas, cadeiras, utensílios e todo o aparato do bar também está sendo feita de forma rigorosa e muito mais frequente. Outro ponto importante que está sendo seguido pelo bar é o horário de funcionamento: aos sábados das 12 às 19h e aos domingos e das 11h às 16h. Parece pouco, mas já dá pra gente ir matando a saudade de ir ao bar!

E vamos falar de comida!

É bem verdade que o Totonho nunca deixou a gente na mão, pois seu delivery vem suprindo a nossa vontade de comer os seus pratos de comida de botequim. Mas faltava ter por perto a simpatia do dono e aquela cachacinha de cortesia que ele serve pra gente. Por isso, tá na hora de ir ao bar e ouvir aquele barulhinho bom que a faca faz ao cortar o crocante rocambole de torresmo, principal prato da casa e considerado o mais famoso do Brasil. Tem também a costela de boi com aquela maciez que só existe por lá. Ou então uma Medalhoca, que leva mandioca douradinha envolta em bacon e é um petisco excepcional deste boteco tão querido pelos juiz-foranos. Eu, na minha próxima visita, pretendo pedir um prato campeão: vou de “Sabor Mineiro”, que levou o título máximo do Comida di Buteco com sua saborosa costelinha suína preparada à moda mineira com farofa de milho e um purê de abóbora delicioso que sei que a Dona Isabel, esposa do Totonho, tem todo o cuidado no preparo para que ele sempre chegue no ponto certo na mesa do cliente. Já do Totonho, espero a cachaça na mesa pra gente jogar um pouco de conversa fora e dar boas risadas.

E assim nós podemos começar a sair de casa e ir revendo os amigos botequeiros. Mas não se esqueça e nem se descuide: use sempre sua máscara e faça regularmente a higiene de suas mãos, combinado? Queremos você, botequeiro, bem de saúde e nossos donos de bares e seus colaboradores também! Pra tudo ficar bem e voltar ao normal, devemos cuidar uns dos outros! Vamos juntos?!

O conteúdo continua após o anúncio

Bar do Totonho

Endereço: Rua Carlos Taváres de Pinho, 50 – Bairro Retiro

Dias e Horários: Sáb das 12h às 19h e Dom das 11h às 16h

Informações e encomenda de pratos especiais: (32) 3235-7842

Delivery: De segunda a sexta, pelo telefone 3235-7842, Whatsapp 99928-3528 ou pelo app Robin Food

Totonho 3 Totonho costela 2 Totonho costela 3 Totonho medalhoca Totonho torresmo 1 Totonho torresmo 3
<
>

Butecos de JF

Butecos de JF

Airton Soares é gestor público por formação acadêmica mas, por opção e gosto, é conhecido como apreciador da cozinha de raiz, com experiência comprovada e acumulada na cintura. Já foi jurado do Comida di Buteco, é colunista do Tribuna de Minas, tem programas nas rádios CBN e Mix FM e é dono da fanpage @butecosdejf, onde conta com mais de 90 mil seguidores que acompanham as dicas e comentários sobre comidas, bebidas e bares desse rotundo entusiasta da culinária simples e saborosa, segundo ele, a mais gostosa de todas!

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia