Tópicos em alta: polícia / campeonato mineiro / bolsonaro

Chupeta e mamadeira: tudo no tempo certo

Por Cristina Coronha

23/07/2018 às 17h47 - Atualizada 23/07/2018 às 18h20


Muitas crianças têm apresentado dificuldades na alfabetização. Parece que não estão prontas para esse novo mundo, letrado; algumas não demonstram interesse pela descoberta dos símbolos  contidos nos livros, outras têm dificuldades em integrar e dar significado às sílabas e letras,  apesar de  discriminá-las,   negando-se  à mudança de status que os pais as colocaram…

Muitas famílias têm prolongado o uso da chupeta e da mamadeira:  esta é uma das causas!

Existe uma estreita relação entre a manutenção da chupeta e da mamadeira e a dificuldade na alfabetização!

Estes objetos cumprem um papel muito importante no período sensório motor, que vai dos 0 aos 2 – 3 anos. Nessa fase a inteligência trabalha com as percepções (sensório) e com a ação (motor), tendo a boca como importante instrumento de aprendizagem e representação ,  porque, através dela, as crianças  descobrem o mundo e experimentam sensações  de prazer , segurança e calma .

O conteúdo continua após o anúncio

Porém ,a  permanência além da idade prevista por estudiosos, pode provocar trocas articulatórias na linguagem, fala infantilizada, modificação na posição dos dentes, comportamento imaturo, atraso no processo de leitura e escrita, intolerância à frustração, dependência com objetos e o não querer crescer.

Aprender a ler e a escrever representam um rito de passagem, uma transição entre a dependência e a autonomia,  a fantasia e a realidade; significa  ato de compreensão e maior domínio do espaço e de si mesmo, participação em um processo bidirecional: possibilidade de transformação do texto (mundo) concomitante à própria transformação.

Faz parte do processo natural de alfabetização o querer amadurecer e mudar, o desejo da criança de sair de determinada posição para outra, superior. Esse movimento retrata saúde psíquica e volitiva  e, por isso, é capaz de gerar desenvolvimento e aprendizagem..

Então, a dica importante é:

Não é saudável continuar a usar   a chupeta ea  mamadeira após os 3 anos. A experiência tem mostrado que não são os filhos, mas os pais que querem manter esses hábitos. O entendimento deve começar pelos adultos para chegar a provocar mudanças ( desenvolvimento e aprendizagem) nas crianças.

Cristina Coronha

Cristina Coronha

Neuropsicopedagoga, Psicopedagogia (UFRJ), Especialista em Educação Infantil e Gestão Social (UFJF), graduada em Pedagoga (UFF). Professora dos cursos de pós-graduação em Psicopedagogia e Gestão Escolar. Psicopedagoga Clínica, Orientadora Vocacional e Educacional, Palestrante, Consultora Educacional para o Desenvolvimento de Valores e Talentos. Escritora de artigos em jornais e livros, Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia-ABPp,e e da Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia. Criadora do projeto Articulação em escolas de Minas Gerais. Docente da Fundação Logosófica do Brasil. Professora convidada do Polo Interdisciplinar de Gerações da UFJF. Mediadora do PEI – Programa de Enriquecimento Instrumental pelo The International Center for the Enhancement of Learning Potential Israel.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia