Tópicos em alta: polícia / CPI dos ônibus / bolsonaro

Aparadores e cômodas expõem o artesanato brasileiro: móveis de apoio valorizam os ambientes

Por Luiz Henrique Duarte

18/11/2018 às 23h02 - Atualizada 19/11/2018 às 21h41

Os aparadores são considerados peças coadjuvantes do mobiliário principal, bem-vindos em todos os ambientes para completar a decoração de interiores, ajudando a expor os objetos ornamentais. São encontrados em alguns materiais de acabamentos como ” ferro, laca, madeira natural com toque acetinado, vidro e aço cortém, que está em alta “, destaca a arquiteta Jaqueline Comin Bonjour. A tendência, é expor sobre os aparadores e cômodas decorativas, itens do artesanato brasileiro com alguns adornos convencionais e industrializados. “ A mistura do moderno é o diferencial “, diz Jaqueline. O mobiliário adjacente, apresenta várias possibilidades de uso, como as tradicionais bombês  ” essas cômodas em estilo clássico, podem ser utilizadas nas salas, como móveis de apoio, em quartos ao lado das camas e halls de entrada “. Em salas de estar, as cobiçadas cômodas e os aparadores são valorizados próximos aos espelhos verticais ou composições de quadros em formatos diferentes.

O conteúdo continua após o anúncio
Esculturas ganham destaque

Artesanato brasileiro

O artesanato brasileiro está em alta para compor o design dos ambientes e pode ser destacado com a ajuda de uma iluminação focada, através de pontos de luz posicionados estrategicamente, como abajures ou pendentes. Para adornar os aparadores ou cômodas, o ideal é utilizar pouquíssimas peças, proporcionais a metragem e profundidade do móvel. A arte regional brasileira ” deve ser pontuada na decoração de forma acolhedora, valorizando o artesanato e humanizando os espaços com personalidade “, observa o apreciador de obras artesanais e empresário Eduardo Delmonte. O contra-ponto, para tornar o rústico uma peça de design, é a forma de produção das mesmas, como as provenientes do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, onde os artesãos apresentam técnicas sofisticadas para garantir um acabamento acertivo.

Composição de jarras artesanais

Harmonia

As peças do artesanato brasileiro, quando utilizadas em uma decoração monocromática, ” devem apresentar cores e ao contrário, caso exista a incidência delas “, pontua Eduardo. Para garantir uma escolha equilibrada e harmônica das peças ” é necessário saber em que móvel serão expostas e ter uma identidade pessoal com cada uma  “, conclui Jaqueline. Os itens confeccionados artesanalmente, apresentam uma história e um significado desde a sua confecção. Caso haja dúvidas entre optar por um aparador ou cômoda, verifique a praticidade de cada móvel e sua utilidade e como serão posicionados dentro do layout dos espaços. Os aparadores, geralmente, não apresentam repartições fechadas, ao contrário dos aparadores com portas, denominados buffets. As cômodas, possuem sempre uma ou mais gavetas, facilitando o armazenamento de pequenos objetos. As cômodas antigas podem ser repaginadas com técnicas da pátina envelhecida. Os aparadores, podem ser posicionados atrás de sofás, setorizado os ambientes ou centralizados de acordo com as necessidades e a finalidade de cada espaço, geralmente simetricamente.

Jarras e esculturas valorizam o aparador

Ficha técnica:

Design: Jade Interiores
Composições: Jaqueline Comin Bonjour ( arquiteta)
Produção: Luiz Henrique Duarte
Fotos: Casa Arrumada
Esculturas em vários tamanhos

Luiz Henrique Duarte

Luiz Henrique Duarte

Sou bacharel em direto, designer de interiores graduado, jornalista apaixonado por arte clássica e contemporânea, arquitetura e tudo relacionado à estética espacial dos ambientes e do bem viver.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia