Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / blogs e colunas / obituário / polícia

Urban jungle: natureza em casa

Plantas trazem vida para os ambientes urbanos

Por Luiz Henrique Duarte

18/10/2020 às 06h58 - Atualizada 16/10/2020 às 21h23

A tendência do “urban jungle” é uma moda que ganhou o gosto dos amantes da natureza, principalmente para aqueles que moram em apartamentos ou casas pequenas ou medianas. Sua tradução para o português apresenta o significado de “selva urbana”. A natureza em casa pode ser pensada para residências de qualquer tamanho, desde que um projeto paisagístico profissional estabeleça uma análise sobre as áreas de maior incidência de sol e sombra. Se você conhece bem os ambientes de sua casa e sabe decifrar os segredos da natureza, arrisque e monte seu pequeno jardim com bom gosto e ousadia. O verde, dentro dos ambientes contemporâneos, auxilia na renovação do ar que respiramos. É importante saber escolher as espécies e dispor em jarras, cachepôs ou vasos. A quantidade de plantas dentro de casa não precisa ser exagerada: um pequeno canto é suficiente. O verde traz calmaria, auxilia na humanização complementar dos espaços, proporcionando vida e energia. As plantas precisam de carinho, cuidados e, como dizia minha avó, até de uma boa conversa.

Natureza em casa

Em ambientes pequenos, os espaços verticais podem ser aproveitados de forma criativa, sejam em estantes, nichos ou prateleiras. Entre as inspirações, fáceis de fazer, está uma composição de vasos grandes decorativos, misturados com cactus em cestos rústicos. Os cactus são resistentes e necessitam de água uma vez por semana, na primavera ou verão, duas vezes. A samambaia azul e a begônia rex são plantas resistentes e ornamentais. Se mora em casa, uma sugestão é produzir um canteiro com a Impatiens walleriana, uma flor colorida, conhecida como beijo-turco, com folhas macias e pecioladas, florescendo o ano todo. As orquídeas, nesta época quente, podem ser colocadas em cachepôs de barro, peças em cerâmica ou cristal. As suculentas ganham mais destaque em pequenos vasos vietnamitas coloridos. O bambu-da-sorte é ideal para os ambientes internos, realçando sua beleza em arranjos produzidos assimetricamente e desconstruídos, que é tendência no paisagismo ornamental.

Toque verde

O conteúdo continua após o anúncio

Algumas peças tradicionais como bowls e saladeiras podem ser transformadas em vasos decorativos. Um simples copo para long-drink poderá ser adaptado em jarra, com um minibuquê de astromélias. As ervas aromáticas entram na decoração para perfumar os ambientes, seja em hortas caseiras ou vasos individuais. O toque verde deve estar presente em arranjos florais, vasos apresentando plantas com cores, formatos, texturas e tamanhos diferentes, isso que faz a diferença. Escolha um único material para os vasos, mantendo uma uniformidade equilibrada para a harmonia visual. O barro está em alta, fica elegante em todos os ambientes, como os vietnamitas. Para promover o acabamento sobre a terra dos vasos, utilize o cascalho, casca de pinus série ouro pequena ou média, musgo ecológico ou pedras ornamentais nas cores cinza e branco.

Ficha técnica:

Flores e plantas: Jardins com Arte
Fotos: Casa Arrumada

Luiz Henrique Duarte

Luiz Henrique Duarte

Sou bacharel em direto, designer de interiores graduado, jornalista apaixonado por arte clássica e contemporânea, arquitetura e tudo relacionado à estética espacial dos ambientes e do bem viver.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia