Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Plantas com tecnologia artificial

Vegetação permanente humanizada os espaços com aconchego e naturalidade

Por Luiz Henrique Duarte

14/07/2019 às 06h09 - Atualizada 12/07/2019 às 16h38

A tecnologia está presente nas plantas e folhagens permanentes que estão semelhantes às naturais. Os espaços corporativos e residenciais devem permanecer com a presença do verde para aconchegar e humanizar. Os ambientes com pouca presença da luz solar e ventilação escassa são ideais para receber o paisagismo artificial. A altura e tamanho das espécies com durabilidade prolongada devem estar de acordo com as dimensões dos ambientes para valorizar o mobiliário, a marcenaria planejada e toda atmosfera, inclusive os adornos. Uma iluminação cênica, com lâmpadas especiais, geram efeitos luminotécnicos que tornam a vegetação fake mais real.

Tecnologia com design

O uso da tecnologia de ponta e as impressoras em 3D permitem uma semelhança entre as espécies permanentes e naturais, que chegam a confundir os olhares com a semelhança de caule, estrutura, flores e folhagens. O silicone é o material com uma identidade visual similar às plantas naturais, com variações em sua espessura e textura. As flores permanentes são também utilizadas por pessoas que são intolerantes ao cheiro exalado de algumas espécies naturais, como uma espécie de lírios.

Saiba escolher e decorar

As astromélias, bambu-mussô, bromélias, cerejeiras e hortênsias são espécies fáceis de compor os ambientes, além de orquídeas, palmeiras, rosas, suculentas, tulipas e as delicadas estrelítzias. Os bambus-mussôs são criados com tronco natural e folhas artificiais.

O conteúdo continua após o anúncio

Os materiais em E.V.A., seda e veludo perdem a cor e vivacidade com facilidade. Um arranjo floral pode ser idealizado com duas espécies diferentes de flores e folhagens em uma desconstrução assimétrica. Quanto mais fosca a paleta de cores das plantas, maior semelhança à espécie natural.

Os cachepôs em cerâmica, peças em cristal, jarras metalizadas ou vidros e ânforas decorativas são coringas na decoração. Os vasos em barro ou vietnamitas são clássicos do paisagismo. A grande vantagem da vegetação permanente é não necessitar de manutenção, apenas a limpeza com água limpa e detergente neutro para estar sempre com o brilho reluzente. Para quem gosta de aromas, existe no mercado um home spray com essências que remetem às flores, só borrifar nos arranjos. Viva a tecnologia e a casa sempre verde!

lh1 h5 lh87 lh3 lh2
<
>

Ficha técnica

Cenário e vegetação permanente: Jade Interiores
Fotos: Casa Arrumada
Produção: Luiz Henrique Duarte

Luiz Henrique Duarte

Luiz Henrique Duarte

Sou bacharel em direto, designer de interiores graduado, jornalista apaixonado por arte clássica e contemporânea, arquitetura e tudo relacionado à estética espacial dos ambientes e do bem viver.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia