Tópicos em alta: outubro rosa / top of mind 2019 / sarampo / CPI dos ônibus / polícia

Sala de convivência familiar: decoração humanizada e criativa

Ambiente para os filhos e pais curtirem bons momentos

Por Luiz Henrique Duarte

06/10/2019 às 07h00 - Atualizada 04/10/2019 às 19h54

Os espaços atuais estão direcionados ao convívio familiar, descanso, entretenimento e relaxamento como compensação da vida agitada. É preciso quebrar o individualismo das pessoas em permanecerem em seus quartos isoladamente e conectadas em redes sociais. A proposta da sala familiar é “reunir os habitantes de uma casa, criando um ambiente de convivência e partilha, integrado a uma área para os filhos fazerem parte destes momentos”, diz a arquiteta Fernanda Nicolau. Entretanto, o leque para o uso do espaço é extenso, estendendo-se para receber amigos e usufruir de uma boa conversa, enquanto as crianças brincam e os jovens distraem-se assistindo à TV ou degustando receitas gastronômicas sobre as bancadas multifuncionais, que servem de home office também.

Decoração humanizada

“A proposta é um ambiente clean com estofados claros e madeiras em tons de mel, trazendo aconchego e harmonia”, resume Deize Sales, também arquiteta. A iluminação embutida é destacada por fitas em LED, e as luminárias escuras apresentam um design arrojado. Os detalhes pontuais realçam em todos os ângulos, como a textura da parede principal da sala. O quadro floral em tecido contemporâneo e as almofadas humanizam e mostram personalidade ao espaço. O mobiliário apresenta linhas retas e cores suaves em uma conexão equilibrada e elegante. A estante funciona como elemento que divide os ambientes e expõe pequenos objetos ornamentais. A mesa central slim foi pensada para valorizar o sofá principal e as poltronas claras com pufes, deliciosas para leituras.

Ambientes setorizados

Para montar um espaço como este, é preciso estar atento às dimensões da área e criar um layout para distribuir os elementos do mobiliário e peças de forma a não atrapalhar a circulação. Os móveis podem ocupar apenas os cantos laterais, e o centro deverá ficar livre, facilitando a integração e o convívio. Os pufes funcionam como assentos extras, estabelecendo um link com todos os detalhes de acordo com as prioridades dos moradores e o gosto pessoal. É possível criar uma sala de convívio utilizando aquilo que já possui. É tempo de partilhar experiências e curtir os bons momentos com toda família, com a vida, com os amigos!

O conteúdo continua após o anúncio

Ficha técnica:

Inspiração: Sala familiar – Deize Sales e Fernanda Nicolau
Design: 2ª Mostra Vitrines Conceito Sier JF
Imagens: Casa Arrumada

Luiz Henrique Duarte

Luiz Henrique Duarte

Sou bacharel em direto, designer de interiores graduado, jornalista apaixonado por arte clássica e contemporânea, arquitetura e tudo relacionado à estética espacial dos ambientes e do bem viver.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia