Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / blogs e colunas / obituário / polícia

O segredo das almofadas

Transforme o astral dos ambientes com modelos e cores certas

Por Luiz Henrique Duarte

04/10/2020 às 07h00 - Atualizada 03/10/2020 às 10h30

As almofadas são peças essenciais, versáteis e poderosas quando o assunto é decoração. Elas apresentam a função de completar a decoração dos ambientes ou deixá-los mais bonitos e contemporâneos. Esses elementos com medidas variadas são capazes de promover o aconchego e conforto dos espaços, garantindo até uma repaginada em questão de minutos. As almofadas podem ser trocadas de acordo com as estações do ano, como em períodos mais quentes, com a escolha de tecidos leves, usando a paleta de cores que é tendência. Em espaços que estão apagados e completamente sem vida, o ideal é optar por almofadas coloridas, sempre em harmonia com o sofá ou referências do próprio ambiente, como tapetes, a cor das paredes, painéis e revestimentos. Os formatos de uma composição de almofadas poderão apresentar formas, tamanhos e tecidos diferentes, desde que tenham uma proporção equilibrada.

Estilo, decoração e escolhas

Para acertar nas escolhas destas peças que promovem uma atmosfera personalizada, antes de tudo é preciso identificar o estilo de sua decoração, seja boho, clássica, moderna, vintage ou escandinava. Se a sua casa apresenta um décor minimalista, as almofadas em branco, cinza, preto, ocre e off-white, garantem um toque elegante. Para os projetos de interiores contemporâneos, o importante é saber mesclar a combinação de uma determinada cor com outra, combinando uma nuance forte com uma neutra. O círculo cromático também ajudará na composição das cores complementares com as análogas.

Caso acrescente estampas ou texturas, equilibre as mais marcantes com outras suaves. As medidas mais comuns das almofadas apresentam as proporções de 45×45, 45×30 e 60×60. Os acabamentos mais utilizados para arrematar os tecidos e deixá-los fashion recebem nomes inusitados, como, grilo, tassel e vivo. As almofadas quadradas proporcionam harmonia, mas as retangulares auxiliam a compor e brincar com as formas. As estampas com motivos animais, botânicos, geométricos, tropicais e navy estão em evidência. Os pássaros simulando voos estão fazendo sucesso.

Disposição e quantidade

O equilíbrio é quem comanda a composição. Em uma bela distribuição sobre um sofá, sempre observando a metragem, geralmente são utilizadas entre 3 a 7 unidades, conforme o gosto pessoal e proposta da decoração. O tamanho das almofadas deve ser proporcional ao encosto, porém, em poltronas, uma almofada maior e outra menor possibilitam mais conforto. Em um sofá retrátil, que possui encosto alto, as almofadas maiores podem ser expostas mais livres. Para um sofá com medidas tradicionais, invista em almofadas menores. Uma dica: caso deseje personalizar a composição, selecione tamanhos variados, mas que tenham uma proporção uniforme. Para selecionar as cores e estampas das almofadas, observe o tom do sofá e objetos que compõem o ambiente. Para sofás com cores fortes, prefira as neutras, mesmo com estampas, brincando com os tons pastéis. Ao contrário, caso o sofá apresente uma cor neutra, como bege, cinza e off-white, use a paleta vibrante, porém, com bom gosto, criatividade e moderação!

Dica rápida: o segredo

Coloque a almofada maior em uma das pontas do sofá, a média no meio, e na frente a almofada retangular, conhecida como quebra-rim. O ideal é uma almofada lisa, que faça parte da paleta de cores do ambiente, uma almofada com estampa grande, outra com textura e, finalizando, a última com estampa miúda.

O conteúdo continua após o anúncio

Ficha técnica:
Almofadas: RR Atelier
Cenário: Dommanni
Fotos: Casa Arrumada

Luiz Henrique Duarte

Luiz Henrique Duarte

Sou bacharel em direto, designer de interiores graduado, jornalista apaixonado por arte clássica e contemporânea, arquitetura e tudo relacionado à estética espacial dos ambientes e do bem viver.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia