Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / blogs e colunas / obituário / polícia

A importância das fibras na sua alimentação

Por Alice Amaral

24/08/2020 às 11h54 - Atualizada 26/08/2020 às 10h35

O consumo de fibras é muito importante para o bom funcionamento do intestino, contribuindo principalmente na formação do bolo fecal. Além disso, elas beneficiam outras funções do organismo, sendo muito importante manter uma ingestão diária dessas substâncias.

As fibras são responsáveis por dar saciedade. Por isso, quem está em busca do emagrecimento pode acrescentar linhaça ou chia, por exemplo, nas refeições para ajudar a manter o estômago “satisfeito” por mais tempo. Evitando assim beliscos ou grandes quantidades de comida.

O conteúdo continua após o anúncio

Elas também funcionam de forma eficiente no combate do câncer de intestino e de cólon, ajudam a eliminar metais tóxicos do organismo, retardam a velocidade da digestão de carboidratos, tornando a absorção da glicose mais lenta e reduzindo os picos de insulina, e auxiliam no sistema imunológico.

Podemos encontrar fibras no farelo de aveia ou aveia em flocos sem glúten, na linhaça, na chia, na quinoa ou na granola. Nos alimentos elas também estão muito presentes. Abacate, laranja, pêra, maçã, banana, ameixa, morango, kiwi, brócolis, abóbora, batata doce, cenoura, pimentão, agrião, alface, rúcula e couve. Encontramos as fibras também nas leguminosas como lentilhas, feijão e ervilhas. A recomendação de consumo varia de 25 a 30 gramas por dia. Porém, para que as fibras sejam absorvidas pelo organismo é importante ingerir bastante água, pelo menos 2 litros diariamente.

Alice Amaral

Alice Amaral

Médica - Título de Especialista em Nutrologia – RQE 9884 - Título de Especialista em Medicina do Esporte – RQE 9895 - Título de Medicina Física e Reabilitação - RQE 44090

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia