Tópicos em alta: polícia / CPI dos ônibus / bolsonaro

Terapias bio-oxidativas: uma alternativa para tratamento do câncer e outras doenças

Por Alice Amaral

17/05/2018 às 14h08 - Atualizada 17/05/2018 às 14h08

Podemos suportar alguns dias sem ingerirmos alimentos e água (lembrando que isso não é recomendável), mas quando se trata da respiração, o limite é extremamente baixo, questão de minutos. Ou seja, precisamos de oxigênio para viver, de forma constante e por toda a vida. E, nada de ficar testando os limites do organismo, pois situações extremas de frio ou calor, não são benéficas ao organismo e podem provocar danos à saúde.

 

As terapias bio-oxidativas se referem a várias práticas e procedimentos, que obedecem protocolos. Basicamente o oxigênio, ozônio e peróxido de hidrogênio (água oxigenada) são utilizados, dentro de critérios e parâmetros, com fins terapêuticos.

 

As terapias precisam seguir várias normas e regras, não sendo recomendável qualquer tipo de improvisação, e os equipamentos que são necessários para o tratamento devem ter controle de qualidade.

 

O tratamento é indicado para os seguintes casos: combater vírus, bactérias, fungos, e conforme estudo recente, também é recomendado no tratamento de câncer.

 

O conteúdo continua após o anúncio

Para reforçar a relevância do assunto, devemos lembrar da oxigenioterapia hiperbárica, que é um tratamento que apresenta uma série de benefícios. É indicado para tratar intoxicações, traumas, infecções, queimaduras e feridas.

 

O ozônio medicinal, respeitadas as concentrações e modo de aplicação, é indicado no tratamento de queimaduras, feridas (inclusive, de difícil cicatrização), inflamações intestinais, hérnia de disco, dores lombares e ainda pode ser considerado para auxiliar nos tratamentos de alguns tipos de cânceres.

 

É importante respeitar as fases de todos os tratamentos: diagnóstico, identificação clínica e assim por diante. Definidos os procedimentos, seguem as etapas do tratamento, acompanhamento e observação dos resultados.

 

A segurança e confiabilidade das terapias são bem altas e os riscos, inerentes a tudo na vida, são muito baixos. Em países como Alemanha, Rússia e Cuba, as terapias são bastante utilizadas e os custos envolvidos são relativamente baixos quando confrontados com outras opções de tratamento.

Alice Amaral

Alice Amaral

- Título de Especialista em Nutrologia – RQE 9884 – Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Nutrologia . - Título de Especialista em Medicina do Esporte – RQE 9895 – Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte . - Pós Graduação em Medicina Física e Reabilitação – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – R.J. - Formação Médica em 1983

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia