Tópicos em alta: sergio moro / dengue / polícia / reforma da previdência / bolsonaro

Desempenho Sexual Masculino é Afetado pela Alimentação

Por Alice Amaral

10/07/2019 às 16h46 - Atualizada 10/07/2019 às 16h48

A impotência sexual é um problema para muitos homens, principalmente a partir dos 40 anos. De acordo com a pesquisa encomendada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) ao Ibope, cerca de 59% dos brasileiros entre 40 e 69 anos já tiveram problemas de ereção. E, para 12% dos homens nessa faixa etária, a disfunção erétil é recorrente.

Metade da população masculina acima dos 50 anos reclama do desempenho sexual. No grupo dos homens com mais de 60 anos, a parcela dos que já tiveram episódios de impotência pula para 71%. A alimentação pode ser culpada por esses problemas, principalmente itens como açúcar, gordura saturada e álcool. Uma dieta rica em oleaginosas, frutas, legumes, cereais integrais, verduras e peixes está relacionada a melhora na saúde sexual do homem. Mas o efeito vem do consumo constante dentro de uma alimentação equilibrada.

O conteúdo continua após o anúncio

Estima-se que 10% da população masculina adulta sofra de impotência sexual. Só no Brasil, cerca de seis milhões de homens têm o problema. Porém, o que muita gente ainda ignora são os efeitos do cigarro no risco de impotência sexual. Nos homens, esse aumento acarretado pelo tabagismo chega a 85%.

Um estudo da Universidade de Athenas sugere que azeite reduz o risco de impotência sexual em até 40% e pode funcionar melhor que o Viagra. Segundo os pesquisadores, enquanto a pílula funciona durante algumas horas, o óleo de oliva dá a oportunidade de uma vida sexual livre de remédios por volta de seus 70 anos. A pesquisa envolveu mais de 600 homens com idade média de 67 anos. No entanto, é preciso consumir pelo menos 9 colheres de sopa de azeite por semana, isso acontece porque a dieta rica em azeite mantém os vasos sanguíneos saudáveis, favorecendo a circulação em todas as partes do corpo. Além do azeite, a recomendação do estudo é incluir legumes, frutas, peixe e feijão. Essa dieta fortemente adotada nos países mediterrâneos, segundo os pesquisadores, aumenta as chances de homens terem uma vida sexual saudável.

Alice Amaral

Alice Amaral

Médica - Título de Especialista em Nutrologia – RQE 9884 - Título de Especialista em Medicina do Esporte – RQE 9895 - Título de Medicina Física e Reabilitação - RQE 44090

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia