Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / greve / polícia

Compactos porém, estilosos!

Por Aletheia Westermann

30/08/2020 às 06h59 - Atualizada 31/08/2020 às 09h42

É possível morar em apartamentos pequenos, porém sem perder o charme e principalmente o conforto.

É fato que os imóveis encolheram, mas o conceito de separação e integração adquiriu outro olhar, os espaços múltiplos.
Sendo assim, os interesses dos moradores moldam a planta. Cozinha/sala, quarto/escritório, varanda/sala são combinações possíveis e atuais, além de darem mais flexibilidade ao ambiente.

Para tanto, podemos interpretar essas questões de inúmeras maneiras. Utilizar acabamento único favorece o espaço, simplifica a obra e garante unidade estética. Pisos frios em formatos grandes e tons claros reforçam ainda mais essa ideia. Incorporar a varanda à sala traz amplitude. Isso vale para as cozinhas, porém vale a pena apostar nas portas de correr que, por não ocupar espaço quando abertas, dão mais maleabilidade ao ambiente.

Atenção na marcenaria, que quando bem pensada aproveita todos os cantos disponíveis, favorece a organização e poderá ser uma grande aliada, ora para integrar, ora para setorizar os espaços. As estantes vazadas são uma boa opção para fazer esse jogo de esconder/mostrar e ainda ajudam a expor os objetos decorativos que irão marcar a personalidade dos habitantes.

Painéis de madeira, biombos e divisórias de vidro são algumas alternativas no lugar de paredes. Se tiver a chance de adquirir o apartamento na planta, não deixe passar essa oportunidade. Eles podem ajudar a otimizar a metragem que farão a diferença, ademais, produzem um protagonismo para o local.

O conteúdo continua após o anúncio

Móveis mais limpos, enxutos e que podem assumir diversas funções imprimem leveza no décor e garantem um sopro de modernidade. Não ter excessos não significa frieza, e deixam o espaço livre para circular. Abuse dos espelhos para buscar uma amplitude visual, mesas redondas que favorecem a circulação e numa base de cores mais discretas. Deixe as cores para os objetos pontuais, como as almofadas, tapetes e adornos, porém sempre conectados com sua identidade. Enfim, é fazer dos detalhes e dos elementos simples um morar bacana.

Aletheia Westermann

Aletheia Westermann

Arquiteta e urbanista formou na UFJF EM 2001. Desde então é Arquiteta diretora do escritório Alethéia Westermann Arquitetos. Entre vários trabalhos importantes trabalhou na restauração do Cine Theatro Central em JF, tem projetos desenvolvidos tanto em São Paulo e Rio de Janeiro como no exterior: Em Londres, UK e nos Estados Unidos, nos estados da Florida e Connecticut . É colunista da rádio CBN/JF no programa Morar Bem Arquitetura e Interiores, além de escrever semanalmente para o Jornal Tribuna de Minas no caderno Casa e Cia.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia