Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / greve / polícia

Paredes decoradas: boiseries

Por Aletheia Westermann

07/06/2020 às 06h45 - Atualizada 05/06/2020 às 18h30

Originalmente criadas na França entre os séculos 17 e 18, as boiseries atravessaram os séculos, deixaram de lado a função de isolante térmico e trouxeram para os dias de hoje seu charme vintage. Além disso, sob a ótica dos profissionais contemporâneos, o recurso estético foi reinterpretado, ganhou novos materiais e passou a dividir espaço com elementos de outros estilos, criando ambientes ecléticos, mas sempre sofisticados.

Para quem ainda não reconheceu o termo, as boiseries são aquelas molduras delicadas que adornam as paredes, normalmente desenhando quadrados e retângulos, e que têm uma estética mais clássica. A princípio, elas eram de carpintaria, mas, atualmente, já foram substituídas por gesso, cimento ou até mesmo isopor.

O conteúdo continua após o anúncio

Pegada clássica

Mesmo tendo uma estética clássica, é possível harmonizar estas “molduras de paredes” com tipos variados de decoração, devendo tomar especial cuidado para que o visual do ambiente não fique sobrecarregado. O importante é prevalecer a sofisticação e a beleza do local. Apesar de o estilo mais tradicional de boiserie ser uma moldura fina em formato quadrado ou retangular, nada impede de ousar e adicionar mais de um item, até mesmo utilizando-se de níveis diferentes, criando um efeito em alto relevo, mais fashion e contemporâneo.

Espírito contemporâneo

Atualmente, a boiserie está sendo incorporada pela decoração de forma mais limpa e elegante. O acabamento é capaz de transformar tanto os espaços sociais como os de intimidade. Podem ser usados para destacar outros objetos decorativos ou emoldurar composições com quadros decorativos, ou ainda atuar isoladamente, brilhando como único elemento na parede. Além disso, mesmo em ambientes minimalistas, com paredes brancas, o ambiente ganha um novo encanto ao receber as molduras dessa técnica.

ALETHEIA-02 ALETHEIA-00 ALETHEIA-04
<
>

Aplicação

Não é necessário ter uma parede muito grande para aplicar a técnica. Se a parede tiver tamanho reduzido, basta adaptar o tamanho das molduras da boiserie, apostando em dimensões menores. É possível aplicar as molduras quando o efeito desejado é buscar uma divisão, tanto na metade inferior ou superior das paredes, causando um efeito mais discreto, porém cheio de estilo no ambiente.

Boiserie passeia pela decoração em todos os estilos. Vai do estilo palaciano rebuscado até o contemporâneo com linhas retas. Qual o seu?

Aletheia Westermann

Aletheia Westermann

Arquiteta e urbanista formou na UFJF EM 2001. Desde então é Arquiteta diretora do escritório Alethéia Westermann Arquitetos. Entre vários trabalhos importantes trabalhou na restauração do Cine Theatro Central em JF, tem projetos desenvolvidos tanto em São Paulo e Rio de Janeiro como no exterior: Em Londres, UK e nos Estados Unidos, nos estados da Florida e Connecticut . É colunista da rádio CBN/JF no programa Morar Bem Arquitetura e Interiores, além de escrever semanalmente para o Jornal Tribuna de Minas no caderno Casa e Cia.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia