Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / blogs e colunas / obituário / polícia

Quem gosta, repete

Por Ana Paula Calixto

23/10/2020 às 07h00 - Atualizada 23/10/2020 às 15h14

Ilustração: DaniBrito @mercadodasalvacao

Nossas roupas refletem nossa personalidade e o que é importante pra nós. Para nos sentirmos confortáveis e confiantes, precisamos de roupas que nos representem. O estilo é uma mistura de preferências diversas, de cor, silhueta, textura, estampa, que juntas criam uma narrativa visual única, um reflexo das experiências e das escolhas ao longo da vida. Conforme a vida passa, com o acúmulo de novas experiências, o estilo de vida pode mudar e o guarda-roupa muda junto, as diferentes preferências se encaixam e criam uma narrativa visual única: o estilo pessoal. Pra isso acontecer, é necessários experimentar visuais diferentes para chegar à nossa assinatura estética. Só se aprende a ter estilo com a prática! Quanto mais autoconfiantes das nossas escolhas, mais consistência na nossa maneira de vestir, mais autoral o nosso estilo e mais repetimos nossas roupas! Repetir roupa é uma conquista de estilo!

Todo dia, na arte de vestir, algumas perguntinhas devem ser respondidas: quem eu sou, como estou hoje, que imagem quero passar, quais os meus pontos fortes, meus pontos de melhoria, aonde vou, fazer o quê e como está a temperatura. E neste processo, repetir roupa, além de chique, é uma questão de atitude e atitude sustentável! Roupa não é descartável, você tem responsabilidade sobre aquilo que consome. Lembre-se que a possibilidade de repetição nos leva a ser mais criativas na tentativa de usar aquela mesma peça de um jeito diferente. Torne seu look recorrente mais sofisticado ou mais casual, aumentando ou amenizando contraste de cores, colocando ou tirando acessórios, usando a blusa para dentro ou para fora da calça, marcando a cintura, trocando de sapato e de bolsa, complementando com uma peça que chama mais atenção. Experimente, faça diferente com o mesmo! Que tal um exercício?

Produza um look básico de cinco modos diferentes; transforme a combinação em cinco produções, usando truques de estilo, acessórios, peças adicionais, cabelo e maquiagem como recursos.

Outra proposta é o que sugere CostanzaPascolato no seu último livro, “A elegância do agora”: encontre seu uniforme. Para começar, você precisa da base que lhe dará segurança, como uma segunda pele ou o trio de Steve Jobs, um conjunto a partir do qual você vai criar sobreposições especiais e personalizadas. Uma roupa que você poderá repetir muito – desde que esteja sempre limpa, impecavelmente limpa. O uniforme é um trunfo a mais. Protege e ajuda você a consolidar seu estilo, além de facilitar a escolha nas manhãs em que estamos com mais dificuldade de sair pra vida. O uniforme de uma cor só facilita, calça e blusa da mesma cor, tons acima ou abaixo um do outro modernizam a forma e alongam a silhueta, o tom sobre tom é uma tendência prática e contemporânea. Você pode repetir o uniforme quantas vezes precisar – é para isso que é feito, ele pode salvar seu dia e tornar-se sua marca registrada.

Truques de estilo para variar os looks:

A roupa pode ser a mesma de sempre, mas se você a reinventar com detalhes diferentes vai parecer um look novo. Customizar as produções do seu jeito faz toda a diferença.

High-low: a jogada high-low é uma ótima opção até para os dias mais preguiçosos! Resume-se em combinar o melhor dos dois mundos: peças de alfaiataria com outras mais esportivas, estilos diferentes, mix de tecidos.

Charme a mais: para garantir um charme a mais na produção, vale dobrar a manguinha da camiseta. As barras dobradas da calça ou da camisa podem fazer toda a diferença. Puxar as mangas funciona também para jaquetas, blazers. Nozinhos estratégicos podem arrematar tanto a blusa de malha quanto a camisa de tecido, mas lembre-se que é ideal para looks mais informais.

Camisa pra dentro: dá estrutura e personalidade a uma roupa, experimente colocar tudo pra dentro, colocar apenas a frente ou colocar tudo e deixar bem soltinho.

O conteúdo continua após o anúncio

Cintura marcada: com cintos, faixas, ou usar camisas amarradas na cintura. Uma boa dica é usar cinto ou faixas mais largos bem na cintura, e até por cima de casacos.

Casaco jogado nos ombros: dá um efeito de capa, tão em alta na moda.

Sobreposição: ir além de colocar um camiseta por cima da camisa, como por exemplo usar o vestido longo todo aberto por cima de calça.

Lenços, pareôs, echarpes: podem ter múltiplas funções, de cinto a quimono, dependendo da amarração.
Make e cabelo: mudam a cara, literalmente, de qualquer look.

Acessórios: o principal recurso pra temperar o look, uma calça jeans com blusa branca pode ganhar várias versões mudando os acessórios.

Repetir é chique!

E não me canso de repetir: pode repetir roupa quantas vezes quiser, inclusive e principalmente roupas de festa, repetir roupa não é cafona, repetir roupa é sinal de maturidade, repetir roupa é sinal de consciência, repetir roupa é sinal de estilo, é sinal de autenticidade, repetir roupa é chique! Utilize o máximo que der as roupas que comprar, você fez um investimento, faça valer a pena!

Pra fechar, mais um ensinamento de CostanzaPascolato: “Se uma peça não vale ser repetida, também não vale ser comprada”. #ficaadica

Ficha técnica: Ilustração DaniBrito @mercadodasalvacaostudio

Ana Paula Calixto

Ana Paula Calixto

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia