Tópicos em alta: delivery jf / eleições 2020 / coronavírus / greve / polícia

Os homens estão ficando cada vez melhores.

O Colunista Thiago Vianna conversa com as farmacêuticas Lidiane Oliveira e Karla Gonçalves sobre beleza masculina.

Por Thiago Vianna

13/12/2019 às 10h51 - Atualizada 13/12/2019 às 11h40

Venho de uma família de pais separados, eu e minha irmã mais velha fomos criados pela minha mãe com a ajuda da minha avó, ou seja, sempre convivi de perto com a rotina feminina. Desde a infância os cuidados pessoais e a busca pela manutenção da beleza sempre foram presentes no meu dia a dia. Me lembro bem do cheiro de creme Nívea invadindo meu quarto todas as noites antes de dormir, afinal, o boa noite da minha avó era sagrado. No armarinho do banheiro nunca faltava a colônia Leite de Rosas que, segundo minha irmã, era infalível na limpeza da pele do rosto. Mas gostoso mesmo era passar o sábado deitado no quarto da minha mãe assistindo tv, enquanto ela fazia suas unhas da mão com perfeição e eu, claro, brincando com o alicate e tirando todo o corte dele.
Acompanhar a rotina de cuidados com a beleza da minha família me permitiu, ao longo da vida, perceber a importância de dar atenção a nossa aparência e estética, livre de preconceitos ou amarras sociais. Mas eu não sou o único, de acordo com a pesquisa Cosmentology em parceria com a Netquest que ouviu mais de mil homens em todo o Brasil, 39% dos entrevistados passaram a se preocupar com beleza e cosméticos revelando o crescimento do interesse dos homens pelo assunto. A pesquisa ainda revela que 66% dos entrevistados afirmam que “podem me chamar do que for, mas cuidar de mim não me deixa menos homem”, 63% afirmam que cuidar da beleza não é só coisa de mulher e 53% dizem que “sou homem, mas me cuido e não tenho vergonha disso”. O homem atual entende a importância de dedicar atenção a sua aparência e reconhece os benefícios que esses cuidados podem oferecer.

Para falar um pouco sobre o mercado de estética masculino, procurei a farmacêutica e empresária Lidiane Oliveira, proprietária de uma farmácia de manipulação com produtos específicos para nós homens e sua consultora e também farmacêutica Karla Gonçalves, especialista em Cosmetologia e Marketing Científico Magistral. Segundo Lidiane, “A diferenciação por gênero se justifica porque os homens têm a pele mais oleosa e mais espessa além de ter mais pelos, que também são mais grossos. Produtos com apelo: “oil free”, “toque seco” e “multifuncional” são os preferidos desse público” comenta a empresária. O mercado de cosméticos masculinos abriu novos caminhos na indústria da beleza e vem se transformando ao longo dos últimos anos. Um bom exemplo dessa ascensão é o crescimento de barbearias, segmento que está a pleno vapor com diversos produtos personalizados para atender um consumidor cada vez mais exigente. Outro fator importante é que, de maneira geral, homens são mais ligados a atividades esportivas intensas, muitas vezes ao ar livre com maior exposição solar. De acordo com Lidiane “atividades físicas extenuantes e de longa duração elevam a presença das moléculas chamadas de “radicais livres”, que, em grande quantidade nas células, afetam sua integridade, levando ao envelhecimento cutâneo. Nesse processo, há a destruição do colágeno – que dá elasticidade e consistência à pele. Além disso, o exercício físico de longa duração e praticado ao longo dos anos sob exposição solar sem proteção, aumenta os prejuízos à pele e leva a formação de manchas. Por isso a importância do uso diário de um bom filtro solar”. Cuidar da pele é fundamental para ter uma aparência melhor, livre de impurezas, cravos e espinhas, além de retardar os efeitos do envelhecimento. Assim está mais do que justificada a necessidade de se formular produtos cosméticos distintos entre homens e mulheres esportistas.

Para a consultora Karla Gonçalves “apesar do machismo ainda presente na sociedade brasileira, a propagação rápida das informações; as compras pela internet e a prescrição de receitas com produtos individualizados, auxiliam, e muito, no crescimento deste segmento da indústria cosmética. Talvez, porque o homem ainda sente receio de sair de uma loja de produtos cosméticos com um produto estético. Os best-sellers são os itens voltados para os cabelos: cera, pomada, gel, modelador, xampu (de antiqueda a grisalhos)”, comenta a consultora. Mas se o intuito é atrair a atenção dos homens nada melhor do que investir em produtos que oferecem multipropostas com maior praticidade. “O que acha da própria espuma de barbear ter efeito calmante com ativos que inibem a inflamação e a pele irritada pós barba? E que tal ter um shampoo hidratante em barra 3 em 1 que pode ser usado para limpeza profunda e ação condicionante dos cabelos e da barba, produto prático, fácil de transportar e de baixo custo. Na farmácia de manipulação isso é possível. O homem de hoje procura não só o serviço em si, mas a praticidade aliada ao conforto e a certeza que o investimento foi válido”, explica a especialista em Cosmetologia.
Por isso, vamos desconstruir culturas ultrapassadas e entender, de uma vez por todas, que os cuidados com a beleza do corpo não ferem sua masculinidade. Afinal, sua masculinidade não pode ser tão frágil a ponto de ser afetada pelo simples ato de passar um creme no rosto.

 

 

 

Ficha Técnica:

Empresa Farmarte

R. Braz Bernardino, 110 – Centro, (32) 3215-0005

Locação:

O conteúdo continua após o anúncio

Dommanni Alta Decoração

Estr. Eng. Gentil Forn, 1750 – Morro do Cristo, (32) 3321-1459

Revisão:

Maíra Andrade

Thaiza Almeida 

Fotos:

Studio Photo Aluízio 

Patrocínio:

Estr. Eng. Gentil Forn, 1805 – Morro do Cristo – (32) 3231-6004

 

 

 

Thiago Vianna

Thiago Vianna

Empreendedor, Publicitário, Diretor de Planejamento e Comercial da agência Artwork Propaganda, atua no mercado publicitário há mais de 15 anos. Amante de moda, comportamento e qualidade de vida masculina, já dirigiu e produziu campanhas para grandes marcas de vestuário masculino e feminino, sua paixão pelo tema o levou a fundar o Blog Alto Estilo, canal direcionado ao público masculino, com dicas que ajudam o homem moderno se comportar e vestir, respeitando sua personalidade e estilo de vida.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia