Tópicos em alta: polícia / chuva

Instituto Padre João Emílio pede doações para reformas

A intervenção será realizada neste sábado (11); Doações deverão ser deixadas na sede do instituto

Por Tribuna

10/08/2018 às 12h46- Atualizada 10/08/2018 às 12h47

Foto:Horta deverá ser revitalizada com reforma (Foto: Divulgação/Instituto Padre João Emílio)

Instituto Padre João Emílio, ligado à Arquidiocese de Juiz de Fora, pede doações de materiais para a reforma dos seus espaços externos. Os interessados em ajudar podem deixar as contribuições na sede próprio Instituto, que fica na Avenida Barão do Rio Branco 3890, Alto dos Passos, Zona Sul. Contribuições em dinheiro também são aceitas. A doação em dinheiro deverá ser deixada no instituto.

Segundo a instituição, muitos materiais já foram arrecadados, principalmente em uma campanha realizada pela Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, do Bairro Francisco Bernardino, Zona Norte. Entre os itens arrecadados estão latas de tinta, garrafas pet, materiais de limpeza, pneus, cimento, mudas de árvore e areia.

O conteúdo continua após o anúncio

Os produtos que estão em falta para que as atividades sejam realizadas são bola de futebol, bola de basquete, rolo para pintura, corda, trincha, broxa, rede de vôlei, cesta de basquete, muda de hortaliças, bandeja de tinta, brita, material escolar, brinquedos de parquinho.

Instituição atende a crianças

As atividades oferecidas pelo instituto são oficinas de dança, artesanato, hip hop, grafite, reforço escolar e capoeira, que acontecem de segunda a sexta-feira, entre os meses de fevereiro e dezembro. No local, as crianças ainda podem se alimentar com café da manhã, almoço e café da tarde. Para se manter, a instituição conta com a colaboração de funcionários, voluntários e estagiários.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia