Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Jardim: dicas de cuidados e decoração

Os jardins são lugares muito especiais. Isso porque nesses espaços as pessoas podem descansar, respirar o ar puro e confraternizar com familiares e amigos em momentos únicos


Por Patrícia Alvim

26/09/2021 às 07h00

Os jardins são lugares muito especiais. Isso porque nesses espaços as pessoas podem descansar, respirar o ar puro e confraternizar com familiares e amigos em momentos únicos

Além da estética, as plantas trazem diversos benefícios quando utilizadas em espaços públicos, jardins, varandas e até interiores. Entretanto, para conceber um belo arranjo da vegetação com o espaço livre, é preciso um projeto de paisagismo. O paisagismo vai muito além das plantas e organiza a paisagem, em qualquer escala, com elementos funcionais e estéticos. É uma arte que visa ao projeto e à composição de um espaço livre com diversas espécies de vegetações e equipamentos.

As plantas são uma parte importante da composição da paisagem, e a escolha adequada das espécies faz toda a diferença no paisagismo. É importante levar em consideração as principais características do local, como quantidade de luz solar e o espaço disponível para o cultivo. Para compreender mais sobre esse assunto entrevistei o Eduardo Nalon, que é paisagista e proprietário da Cultivar Paisagismo.

Patrícia Alvim: Como é feito o planejamento de um jardim?

Eduardo Nalon: Primeiramente é feita uma visita no local onde será jardinado. Na visita observamos o ambiente por um todo, como sol, sombras, clima, tipo de solo, arquitetura do local e até o estilo de quem está contratando o serviço. A partir desse ponto nós elaboramos uma planta baixa do jardim, onde especificamos as espécies e detalhamos quantidades, espaçamentos, padrão das plantas a serem utilizadas. E a partir desse ponto chegamos a um orçamento.

Quais principais questões o cliente deve levar em consideração para ter um jardim?

O conteúdo continua após o anúncio

O cliente deve sempre levar em consideração que ele está adquirindo um bem, que no caso é vivo e precisa de certos cuidados, tais como: rega periódica, principalmente nos primeiros meses, manutenção, adubação e às vezes controle de pragas. Para quem nunca teve e vai viver a primeira experiência, muda a rotina, mas por um bom motivo.

Quais plantas você indica para quem não quer ter muito trabalho com manutenção?

Hoje em dia temos muitas opções de plantas que necessitam de pouco cuidado. Por conta da rotina atarefada de algumas pessoas, os jardins vão se moldando de acordo com essas necessidades. Por exemplo: plantas que exigem pouca água, pouca poda e que não soltam muitas folhas são as “queridinhas”. Temos algumas opções como dassilirio, cicas, philodendros… a família das dracenas também teve um grande crescimento no mercado atual.

Ficha técnica:

Fotos: Cultivar Paisagismo

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia