Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Animais e insetos invadem o mundo dos acessórios

Tendência de acessórios inspirados na natureza volta com tudo


Por Patrícia Alvim

05/12/2021 às 07h00

Em 2021, os acessórios estão cheios de personalidade! Tendência que vem crescendo cada vez mais, as semijoias em formatos de animais dão um ar divertido ao look. Insetos, répteis, pássaros e outros animais são inspiração para coleções de joias autorais trazendo um colorido mágico para as peças.

A Gucci foi uma das primeiras casas de moda moderna a abraçar a tendência de design de joias de insetos. Sua icônica abelha foi usada pela primeira vez na década de 1970 em anéis, brincos, colares com pingentes e muito mais. Partindo do mundo artístico onde a natureza é muito apreciada, a moda também sentiu a necessidade de dar voz às belezas que temos à nossa volta, e dessa vez, os insetos e animais foram os escolhidos. Lúdica, porém descolada, a tendência acrescenta brilho, estilo e muito luxo aos looks.

O conteúdo continua após o anúncio

Muitas marcas estão apostando na tendência. De acordo com Priscilla Stiebler, desde os egípcios os insetos são usados nas semijoias. E recentemente os brincos, colares, pulseiras e anéis de insetos têm marcado presença nos acessórios. “As peças de abelhas, libélulas e joaninhas estão super presentes nas coleções para as próximas temporadas. Inclusive, essas peças com cravação de pedrarias acentuadas buscam também referências nas joias antigas barrocas”, conta Priscilla.

A tendência das joias inspiradas em insetos e animais evoluiu e cresceu em popularidade nos últimos anos. À medida que os acessórios grandes e marcantes continuam a dominar o mundo da moda, vemos cada vez mais borboletas, abelhas e besouros nas coleções. E não é nenhuma surpresa, já que essas criaturas certamente chamam a atenção por sua beleza e podem dar um toque único à produção.

Ficha técnica:
Fotos: Priscilla Stiebler Acessórios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia