Mancha prejudica observação da hora no relógio da Estação Central

Mancha estaria sendo observada há mais de um mês

Por Tribuna

07/10/2017 às 07h00 - Atualizada 06/10/2017 às 17h01

Mancha estaria sendo observada há mais de um mês. (Foto: Leonardo Costa)

O relógio da torre da Estação Central, localizado na Praça da Estação, Centro de Juiz de Fora, está com uma mancha que dificulta a observação da hora pelos pedestres.

A Tribuna esteve no local e constatou que, ao registrar a imagem com o zoom da câmera profissional da reportagem, a macha não se torna tão evidente, mas, a uma distância normal, como a dos pedestres, a visão do relógio torna-se difícil, principalmente à noite.

O leitor Francisco Pugliese relatou à Tribuna que observa o caso há mais de um mês. A construção, inaugurada em 1877, é tombada e é um dos símbolos de Juiz de Fora. O relógio já foi conhecido como o “Big Ben da Manchester Mineira”.

O conteúdo continua após o anúncio

Por nota, a MRS Logística informou que, apesar da estrutura da estação e do relógio não estarem sob a responsabilidade da MRS, a empresa assumiu, há bastante tempo, junto ao Poder Público municipal, o compromisso de manter a parte mecânica do relógio em funcionamento. “Isto vem sendo cumprido normalmente ao longo dos anos”, diz a nota.

Flagrantes denunciando problemas urbanos podem ser enviados para o WhatsApp da Tribuna, cujo número é (32) 9975-2627. A interação pode ser feita também via inbox no Facebook ou através do canal Minha Tribuna.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia