Rodrigo Rezende disputa Sul-Americano de Ginástica de Trampolim

Na próxima sexta, começa a fase preliminar do campeonado

Por Bruno Kaehler

13/09/2017 às 18:04hs - Atualizada 13/09/2017 às 18:04hs

a foto, Rodrigo fez um mortal em pleno Calçadão da Rua Helfeld durante entrevista à Tribuna e garantiu: “Tenho que fazer meu melhor e sei que, se conseguir desempenhar o que treinei, já vai estar de bom tamanho” (Foto: Felipe Couri)

O dever de casa que o juiz-forano Rodrigo Rezende (Cultura Inglesa/Café Café Farmed) não abre mão de tirar nota 10 não será na sala de aula nesta semana. O promissor ginasta local, 14 anos, bicampeão nacional de tumbling, disputa, a partir desta sexta-feira (15), o Campeonato Sul-Americano de Ginástica de Trampolim, em Paipa, na Colômbia, nos aparelhos tumbling e duplo-mini trampolim.

“O que estou esperando das competições é conquistar bons resultados, porque depois que chegamos do Campeonato Brasileiro (em julho) venho treinando muito bem e pesado esta competição”, conta Rodrigo à Tribuna. Na sexta ocorre a fase preliminar do evento. Se for classificado, as principais provas estão programadas para o sábado (16) e domingo (17).

O dever de casa citado é repetir a performance dos treinos preparatórios para o evento continental, como conta o atleta do Clube Bom Pastor. “Esse ano farei os mesmos saltos que venho treinando durante o ano. Da última vez tentei um salto que não tinha domínio e acabei errando”, revela.

Se atuar da forma projetada, Rodrigo acredita que há real possibilidade de uma vaga no pódio. Mesmo assim, o jovem mantém os pés no chão ao ser questionado sobre os objetivos: “Quero uma boa colocação, mas isso para mim não significa pegar medalha, mas sim competir bem e encontrar todos que conheço. Tenho que fazer meu melhor e sei que, se conseguir desempenhar o que treinei, já vai estar de bom tamanho”, explica.

O jovem já está na cidade-sede do evento, onde treinou, inclusive, nesta quarta-feira (13), supervisionado pelo técnico Déber Zambelli. Apesar da idade, esta não é a primeira vez de Rodrigo na Colômbia. O atleta já foi medalha de bronze no Pan-Americano de sua faixa etária, em 2016, no município de Bogotá.

O conteúdo continua após o anúncio

A participação de Rodrigo no Sul-Americano foi conquistada no Campeonato Brasileiro por idades no mês de julho, em Ouro Preto (MG). O título no tumbling, na ocasião, rendeu ainda vaga no Campeonato Mundial da modalidade, em Sofia, na Bulgária, que está agendado para novembro.

 

 

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia