Tupi encara o Fortaleza nos dias 16 e 23 de setembro. Valor dos ingressos muda

Primeiro jogo é no Castelão, às 16h. Para partida em JF, no dia 23, às 20h, mil bilhetes devem ser comercializados a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

Por Bruno Kaehler

11/09/2017 às 18:15hs - Atualizada 12/09/2017 às 18:43hs

Venda de ingressos com preços promocionais deve começar já nesta quarta-feira (Foto: Leonardo Costa/tupifc.esp.br)

Tupi e Fortaleza se enfrentam pelas quartas de final da Série C neste sábado (16), às 16h, no Castelão, e no dia 23, outro sábado, às 20h30, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou as datas na tarde desta segunda-feira (11). Paralelamente a isto, a diretoria carijó já deu largada ao plano de ação da partida de volta, em Juiz de Fora, e irá reduzir o valor do primeiro lote de ingressos para o confronto.

Segundo o assessor especial da presidência do clube, Nicanor Pires, as primeiras mil entradas serão comercializadas a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), na sede social do Tupi (Rua José Calil Ahouagi, 332, Centro) e na Loja do Torcedor (Galeria Pio X, Centro), já a partir desta quarta-feira (13).

Vendidos os mil ingressos, a tendência é que o valor volte ao praticado durante toda a Série C, de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Após reunião, realizada na tarde desta terça-feira (12), a diretoria revogou o novo aumento das entradas para o dia do embate, que seria para R$ 40 e R$ 20. “Trabalhamos com a expectativa inicial de dez mil ingressos, mas podemos aumentar conforme a venda. Aguardamos porque se houver mais de dez mil pessoas, há necessidade de mais seguranças, monitoramento de câmeras, entre outros gastos”, afirma Nicanor.

O conteúdo continua após o anúncio

Questionado sobre possíveis ações de marketing já arquitetadas para alavancar a maior procura por ingressos, o diretor, que também gerencia o futebol alvinegro, relatou que a diretoria carijó irá “explorar as redes sociais, a divulgação de vídeos e colocar carros de som nas ruas”.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia