Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / lockdown / vacina / polícia / obituário

Batida no Acesso Norte deixa militar do Exército e outro homem feridos

Um dos motoristas se recusou a fazer exames para comprovar suspeita de embriaguez


Por Tribuna

16/08/2017 às 12h26

Foto: reprodução do WhatsApp

Uma batida frontal entre um Volkswagen Gol e um Chevrolet Celta deixou duas pessoas feridas na noite desta terça-feira (15) no Acesso Norte, na altura do Bairro Industrial, na Zona Norte de Juiz de Fora. O acidente aconteceu por volta das 22h, e a perícia da Polícia Civil realizou os levantamentos no local. De acordo com informações do boletim de ocorrência da Polícia Militar, uma das vítimas é um militar do Exército, 23 anos, que conduzia o Celta em direção ao Centro. Ele foi socorrido com ferimentos leves e encaminhado para a Santa Casa, onde foi medicado e liberado.

O conteúdo continua após o anúncio

Já o Gol trafegava no sentido oposto, em direção à Zona Norte. O motorista, 35, foi atendido pelo Samu e conduzido para o HPS. Ele permaneceu internado para ser submetido a cirurgia. Segundo a assessoria da Secretaria de Saúde, o homem sofreu uma fratura no tornozelo e permanece nesta quarta-feira em observação, lúcido e estável.

Conforme a PM, uma equipe compareceu ao HPS logo após o acidente e fez contato com o paciente, “que aparentava ter ingerido bebida alcoólica”. A polícia ofereceu ao condutor realizar exames para verificar o possível consumo de álcool, mas o homem não aceitou fazer os testes, inclusive o do etilômetro. Ele também não apresentou carteira nacional de habilitação (CNH), e a PM constatou, por meio de consulta, que o documento dele estava vencido há mais de 30 dias. O motorista foi autuado pelas infrações, e o Gol foi apreendido por falta de licenciamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia