Umidade atinge estado de atenção

Por Tribuna

12/09/2017 às 19:31hs - Atualizada 12/09/2017 às 19:31hs

Em períodos onde a umidade do ar está baixa, cresce o índice de queimadas, como esta registrada nesta terça-feira na Cidade Alta. (Foto: Leonardo Costa)

Pela quarta vez este ano, a umidade relativa do ar atingiu estado de atenção, com patamar mínimo de 27%. Este índice significa que a concentração de vapor d’água no ambiente está baixa, podendo acarretar uma série de problemas respiratórios, como bronquites, sinusites e rinites.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima como ideal para o corpo umidade acima dos 60%.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), esta condição no tempo é causada pela forte massa de ar seco e quente que atua na região, impedindo as chuvas. Conforme o órgão, esta condição no tempo deve continuar, pelo menos até o início da próxima semana.

O conteúdo continua após o anúncio

Nesta quarta-feira (12), o Inmet prevê temperaturas entre 14 e 27 graus em Juiz de Fora. O céu amanhece parcialmente nublado, mas a tarde deverá ser ensolarada.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia