Defensoria Pública abre inscrições para projeto Direito a ter pai

O objetivo é buscar o reconhecimento da paternidade como forma de garantir direitos fundamentais do filho

Por Tribuna

12/09/2017 às 19:53hs - Atualizada 12/09/2017 às 19:53hs

A Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais recebe, até 15 de outubro, inscrições para mais uma edição do projeto Direito a ter pai, em Juiz de Fora. O objetivo é buscar o reconhecimento da paternidade como forma de garantir direitos fundamentais do filho. Serão realizados cem exames de DNA gratuitamente, com coleta feita por profissionais de saúde, das 8h às 17h, do dia 27 de outubro, na sede da Defensoria Pública (Edifício Brumado – Avenida Rio Branco 2.281, 10º andar, Centro), onde também estão sendo feitas as inscrições.

De acordo com a defensora pública Ana Lucia Gouveia, as inscrições são apenas para inserir nome do pai e não para substituir um registro já feito. Ela explica a importância de se ter o nome do pai na certidão de nascimento, para em caso de a pessoa possuir algum direito ou até mesmo numa situação de saúde. A defensora lembra ainda que é importante o representante legal ou o próprio filho levar o endereço completo do investigado. Após a realização do exame de DNA no dia 27 de outubro, o prazo para a entrega do resultado é de 60 dias.

O conteúdo continua após o anúncio

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia