Excesso de velocidade é uma das preocupações para o feriado

Operação da PRF tem como foco a prevenção e diminuição da gravidade dos acidentes, a resposta rápida a essas situações para garantir a fluidez no tráfego e o combate às infrações

Por Tribuna

11/10/2017 às 18h14

Foto: Fernando Priamo

No início do movimento de saída para as estradas, em função do feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, os flagrantes de desrespeito à velocidade máxima permitida já eram identificados pela Polícia Rodoviária Federal. Em poucos minutos em que a equipe da Tribuna acompanhou a fiscalização, dois carros passaram acima da velocidade autorizada na via. O radar móvel registrou 144 km/h em um dos casos e 147km/h para o outro.
“Quando esse tipo de infração é cometida, a probabilidade de desenvolver um acidente é muito maior. Os acidentes que envolvem esse tipo de infração e também as ultrapassagens proibidas são situações graves, que podem causar morte e ferimentos graves. Por isso, precisamos coibir esses casos”, ressalta o chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Juiz de Fora, Leonardo Facio.

A operação da PRF começou nas primeiras horas dessa quarta-feira (11) e segue até domingo (15), tendo como foco a prevenção e diminuição da gravidade dos acidentes, a resposta rápida a essas situações para garantir a fluidez no tráfego e o combate às infrações. Para tanto, 800 policiais em escala de revezamento devem utilizar 23 radares e 230 etilômetros.  Facio ainda salienta que há restrições para veículos que precisem de autorizações especiais de tráfego, como bitrens, rodotrens e cegonheiras, nesta quinta-feira, das 6h ao meio-dia, e no domingo das 16h às 22h, em rodovias federais de pista simples.

A preocupação com as infrações também é verificada nas rodovias estaduais. De acordo com o tenente Júlio Almeida, as equipes da Polícia Militar Rodoviária (PMR) intensificam a fiscalização na Operação Aparecida. Ele ressalta que o excesso de velocidade diminui a capacidade de reação em caso de emergência. “Com mais veículos trafegando, os condutores podem encontrar retenções, que são comuns. Se estiverem em velocidade acima do permitido, podem não conseguir frear a tempo, provocando acidentes graves.” Outra particularidade que deve gerar atenção são as queimadas nas rodovias. “Ao se deparar com esses casos, sinalize e não adentre a fumaça, porque vai perder campo de visão. Se se arriscou e entrou, não pare, não ligue o pisca alerta e comunique a emergência o mais rápido possível.”

 

O conteúdo continua após o anúncio

Rodoviária

O Terminal Rodoviário Miguel Mansur deve receber cerca de 30 mil passageiros durante o feriado. “Os destinos dos juiz-foranos devem ser os mesmos que em outros feriados, principalmente para a região litorânea do Rio de Janeiro. Há uma demanda aumentada para a Região dos Lagos e uma demanda maior para o interior paulista. Só nessa quarta-feira (11) tínhamos a confirmação de 30 ônibus extras”, explica o gerente do Sinart, Artur Bitttencourt.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia