Veja sugestões para montar mesas de fim de ano

O ato de ornamentar mesas tem ganhado novos olhares e adeptos

Por Bárbara Riolino

12/11/2017 às 07h00 - Atualizada 13/11/2017 às 14h21

Mesa criada pela food stylist Jacqueline Mariano é inspirada na identidade indígena e pode ser usada em qualquer ocasião, principalmente em ambientes mais rústicos, que valorizam elementos da natureza (Foto: Marcelo Ribeiro)

Com novembro entrando em atividade, as atenções se voltam para festas e confraternizações que pipocam até o final do ano. Seja para uma reunião informal entre amigos em casa ou já pensando nas ceias de Natal e de Ano Novo, não pode faltar criatividade na hora de decorar o ambiente e adornar as mesas. A prática da mesa posta tem ganhado adeptos e profissionais especializados na montagem, que vai muito além de pratos, talheres e copos.

“Sentar-se à mesa é muito mais do que o ato de fazer uma refeição. É um gesto de grandeza, em que você convida o outro para fazer parte da sua vida”, comenta a table designer Laura Bastos. Para ela, é ao redor da mesa que acontecem as melhores histórias, onde as famílias se reúnem e se confraternizam com pessoas queridas. “A mesa tem o incrível poder de reunir gerações. É ali que damos uma desacelerada, ficamos por mais tempo, comemos mais devagar e conversamos mais, aproveitando por mais tempo a companhia um do outro.”

A food stylist Jacqueline Machado Mariano lembra que a montagem de uma mesa precisa evidenciar, sempre, o bem-estar dos convidados. “Para mim, a preocupação não é somente a mesa, mas uma soma de vários fatores, como ambiente, música e escolha dos convidados, além de certificar o tipo de comida que será servida, assim como as bebidas”, observa.

“A mesa posta vem da beleza e do encantamento. Nunca devem faltar criatividade, emoção e praticidade”, destaca Jacqueline. Já Laura atribui este interesse ao resgate de valores que andavam meio esquecidos a fatores como a violência, que tem feito com que as reuniões aconteçam mais no ambiente doméstico. “Acho, ainda, que essa tendência surgiu paralelamente às redes sociais, já que muitas pessoas como eu, que tem o hábito de receber em casa em uma mesa posta, passou a divulgar fotos, algo que não acontecia. A rápida pulverização da informação e o alcance gerado pelas imagens postadas fez crescer o movimento mesa posta”.

Mais que a mesa, o ambiente

Mesa concebida pela table designer Laura bastos contempla uma inspiração para a noite de Ano Novo (Foto: Marcelo Ribeiro)

A preocupação em adornar não se restringe apenas à mesa. Segundo a arquiteta Raquel Fraga, todo o ambiente deve ser pensado em conjunto. “A arquitetura soma para a composição, a proporção e a iluminação do espaço, a partir da imposição de limites por meio de tapetes e móveis, adequando aparadores e mesas complementares, enxergando o ambiente como um todo.”

A regra na hora de ornamentar o espaço é não ter regras. “Salvas as orientações quanto à mesa posta – mise en place -, na arquitetura temos liberdade para definir que móvel, tapete e luz iremos usar. Ao mesmo tempo em que somos mais flexíveis, os espaços também são adaptáveis, já que podemos levar um móvel, objetos e adorno de um lugar para o outro. Mas tudo precisa estar em sintonia, pois não adianta focar no ambiente se a mesa não estiver de acordo.”

O conteúdo continua após o anúncio

O grande facilitador para estimular a criatividade dos profissionais que cuidam das mesas, segundo Raquel, é a variedade de sousplat, jogos de louças, toalhas, taças e copos, iluminação e temas. “Montar um ambiente é sinônimo de organização. Ao definir talheres e taças, o desenvolvimento do evento fica mais fácil tanto para o anfitrião quanto para seus convidados. É possível identificar quais bebidas serão servidas, tipo de prato ou se as comidas serão dispostas em um aparador para que todos possam ter acesso.”

Dicas para montar a sua mesa

– Utilize flores naturais, que proporcionam uma deliciosa sensação de acolhimento
– Comece escolhendo a cor, pois é com base nela que será possível pensar em todos os elementos que irão compor a mesa, inclusive as flores
– Use “placements”, que são objetos funcionais que marcam o lugar dos convidados. É uma forma de deixar claro que cada convidado é único e especial
– Adornos e utensílios devem ser colocados na mesa sempre de forma que não atrapalhem a movimentação do convidado
– Busque evidenciar o bem-estar dos convidados, deixando-os bem à vontade
– Não deixe de lado outros elementos, como o ambiente em que a mesa será montada e música

Fontes: Laura Bastos, table designer, e Jacqueline Machado Mariano, food stylist

Produção: Mesas produzidas para a 2ª Mostra de Mesa Posta na Dubambu

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia