Bar do Totonho é eleito 4° melhor boteco do Brasil

Estabelecimento venceu etapa municipal do Comida di Buteco e concorreu com os 20 melhores do país em fase nacional

Por Júlia Pessôa

29/09/2017 às 12h56 - Atualizada 29/09/2017 às 19h12

Bar do Totonho criou o “Sabor mineiro”, feito com costela suína e servido com purê de abóbora e farofinha de milho

O Instituto Vox Populi, responsável pela apuração dos votos do concurso Comida di Buteco, divulgou, nessa semana, a classificação dos bares participantes da etapa nacional da disputa, e o juiz-foraníssimo Bar do Totonho, vencedor da fase municipal, ficou em quarto lugar geral. O prato que alçou o bar ao posto foi o “Sabor mineiro”, com costela suína e servido com purê de abóbora e farofinha de milho. A criação ficou atrás de “Navegar é preciso”, terceiro lugar (bacalhau às natas com lula defumada, gratinado com torradinhas e parmesão, do Tuim, de Porto Alegre – RS), “Saudosa Maloca”, na segunda posição (bolinhos de milho com queijo recheado com carne-seca ao molho de azeitonas, do Bar do David, do Rio de Janeiro), e do campeão “Bacalhau da Dona Arminda” (lombo de bacalhau desfiado com quinoa, linhaça, cebola roxa, tomate e azeitona preta, servido em rodelas de pães e regado com azeite de ervas e temperos especiais, do Bar do Jão, de São Paulo).

Para Totonho, cuja história se confunde com a do bar que leva seu nome, a conquista é uma importante chancela para o estabelecimento, tradicional na cidade. “Para a cidade é uma beleza, e para nós, é uma realização sem tamanho, o reconhecimento do verdadeiro boteco mineiro, em que trabalho eu, minha mulher e meus filhos, em nível nacional. Estou muito feliz e agradecido, principalmente à clientela, desde os antigos aos mais recentes”, diz ele, emocionado.

Para a cidade é uma beleza, e para nós, é uma realização sem tamanho, o reconhecimento do verdadeiro boteco mineiro, em que trabalho eu, minha mulher e meus filhos, em nível nacional. Estou muito feliz e agradecido, principalmente à clientela, desde os antigos aos mais recentes

Totonho

O conteúdo continua após o anúncio

Na visão de Toninho Simão, da Done produtora, que realiza o concurso em Juiz de Fora, o resultado evidencia o Bar do Totonho e a cidade no cenário nacional. “Para o bar, a visibilidade é incrível, e também a credibilidade, é certeza de casa cheia, o que já vinha acontecendo, e agora só tende a aumentar, mas isso impacta na cidade também, e na importância do concurso para o setor”, avalia, lembrando que, no ano passado, outro bar juiz-forano, o do Bené, ficou na oitava posição entre os 20 melhores do país.

Em 2017, os botecos de todo o Brasil tiveram que apresentar receitas que tivessem, obrigatoriamente, cereais em seu preparo. Os campeões da etapa municipal de cada uma das 20 cidades participantes concorreu ao prêmio de melhor boteco do país, divulgado em julho. A lista com a classificação dos estabelecimentos a partir do quarto lugar foi divulgada pelo Vox Populi somente na última semana.

 

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia