Pratos clássicos e contemporâneos na ceia de Natal

PUBLIEDITORIAL

Chef e profissionais de cozinha sugerem opções de entradas, principais e sobremesas para a mesa natalina

Por Fatima Buffet

02/12/2017 às 07h00

Clássico tender com cravos e molho de laranja kinkan. (Fotos Studio Photo Aluizio)

Quando as lojas começam a se enfeitar com pisca-piscas e o “Jingle Bells” passa a tocar em looping infinito nos shoppings, a gente sabe que o Natal está por perto. Para quem adora festejos em que se come bem, é também a época de já pensar nos deleites da estação. Para o chef do Fatima Buffet, Thiago Caiafa, a tradição é um dos elementos que torna certos pratos e ingredientes festivos e faz deles habitués das ceias natalinas. “Mas existe a tradição da sociedade como um todo e a de cada família, que vai criando seus próprios costumes gastronômicos”, aponta ele.

Trazendo um pouco destas duas correntes, o Fatima Buffet sugere uma ceia completa, das entradas à sobremesa. Para abrir os trabalhos, o sous-chef Altemar Severino e as colaboradoras Sirley e Rafaela indicam antepastos fáceis e rápidos, para ninguém passar tempo demais na cozinha e perder o bochicho das festas. A primeira é uma burrata ao pesto com salada quente de tomate e berinjela assada. “É uma receita leve e que combina bem com os tradicionais espumantes”, diz Altemar. “Além disso, a cor dos ingredientes remete ao Natal: branco da burrata, vermelho dos tomates e verde do pesto”, acrescenta Caiafa.

hdxhdx Sem-Título-1 SPA_5629 SPA_5649
<
>

Outra sugestão é o mini gratin de bacalhau servido em pequenas porções. “O bacalhau não pode faltar e nesta proposta tem um toque de delicadeza, além de permitir um preparo antecipado e ser muito apetitoso”, destaca Altemar. Ainda como entrada, uma boa pedida são verrines, comidinhas servidas em camadas, em copos ou taças, e frias. “Ficam lindas, nosso escolhido é o de salmão com cream cheese pela cor e devido à possibilidade de misturar outros ingredientes e sabores diferentes, um luxo!”, afirmam Rafaela e Sirley. Caiafa sugere também quiches com recheios variados. “No Natal sempre tem uma torta, um empadão, a torta da vó ou da mãe.”

Como prato principal, reina a carne suína, escolha bem típica das ceias. Os auxiliares de cozinha Webert e Wallace escolhem um tradicional pernil servido pururucado, com um leve e refrescante vinagrete de frutas. “O leitão é bem típico mas dá muito trabalho para assar porque não cabe em qualquer forno. Então a dica é comprar o pernil com pele, que depois de pururucada fica crocante como um torresmo”, explica o chef do buffet. Outra sugestão é o clássico tender com cravos e molho de laranja kinkan. “Não pode faltar uma farofinha natalina rica, com base de farinha de milho, castanhas variadas e damasco. O arroz pode ser mais glamoroso, com amêndoas e espumante”, sugere Caiafa.

Para encerrar o banquete, a dica de Rafaela e Sirley é o cheesecake de frutas vermelhas, pela popularidade e pela intensidade da cor, “aguça todos os sentidos”, dizem elas. Confira a receita para dar uma bossa à sua ceia.

Fatima Buffet
Rua José Manoel Ribeiro 80 – Aeroporto. 3250-7150
www.fatimabuffet.com.br

Cheesecake de frutas vermelhas

Ingredientes

Cheesecake
620g de cream cheese
3 ovos
1 colher (chá) de essência de baunilha
180g de açúcar refinado
20g de farinha de trigo

Massa
5 colheres (sopa) de manteiga derretida
1 1/2 pacote de biscoito maria

Calda de frutas vermelhas
100g morango
100g amora
100g mirtilo
100g amora
150g açúcar cristal

Modo de preparo

Triture os biscoitos no processador ou liquidificador. Acrescente a manteiga e disponha no fundo de uma assadeira. Pressione bem essa “farofa” até aderir bem. Reserve. Para a calda, misture tudo e leve ao fogo. Após abrir fervura, marque 5 minutos e desligue. Deixe refrigerar bem antes de servir.

Bata o cream cheese na batedeira até amaciar bem. Aos poucos, adicione o açúcar, a farinha de trigo e a baunilha em velocidade baixa. Adicione os ovos, um a um. Misture até que fique homogêneo. Despeje o creme de cheesecake na fôrma com a massa. Asse a 170º C por aproximadamente uma hora ou até ficar firme na superfície e levemente cremosa internamente. Leve para gelar por pelo menos 6 horas antes e sirva com a calda de frutas vermelhas por cima.

 

Desenvolvido por Grupo Emedia