Com motor de 320cv, Honda Civic Type R é testado

Por Tribuna

22/08/2017 às 07h00

Por Rubén Hoyo, do Autocosmos.com para Auto Press

O Honda Civic Type R é uma versão mais “nervosa” da décima geração do sedã da marca japonesa. Beneficiado por toda a tecnologia oferecida pela Honda, o hot hatch é um esportivo de “sangue puro”, muito eficaz e desenvolvido para ser utilizado em pistas: um capricho reservado para poucos. Com configuração de carroceria em quatro portas, ele oferece espaço adequado para quatro adultos, assim como bagageiro com capacidade de 639 litros. Mas, em se tratando de um veículo de tração dianteira eleito rei do Circuito de Nürburgring, aspectos como habitabilidade se tornam irrelevantes, mesmo sabendo que o Type R é capaz de fazer viagens familiares sem problemas.

Sem dúvidas, a grande “preciosidade” está abaixo do capô. É o novo motor 2.0 litros turboalimentado de injeção direta (uma versão menos potente é utilizado no Accord de nova geração) que entrega 320 cv e 40,78 kgfm de torque desde 2.500 rpm. Esse propulsor é associado a uma transmissão manual de seis velocidades. Outros destaques são os modos de condução (Confort, Sport e +R), que modificam direção, rigidez de amortecedores, resposta do acelerador, rotações nas trocas de marcha e a atuação dos controles eletrônicos de estabilidade e tração.

Além disso, para tornar o Type R ainda mais “apimentado”, a Honda equipou o hot hatch com direção rápida e precisa de duplo pinhão, diferencial de escorregamento limitado e sistema de freios Brembo, com discos de 350 mm na dianteira e cálisters de quatro pistões. O peso total do carro é de 1.400 kg e as rodas são de 20 polegadas com perfil de pneus baixo nas medidas 245/30 da marca Continental.

Por fora, todo o pacote aerodinâmico, ainda que pareça muito “dramático”, é 100% funcional. Em velocidades altíssimas, é possível rodar com total controle, graças às saias, ao gigantesco aerofólio, ao difusor e à entrada de ar no capô. As três saídas de escapamento proporcionam uma bela “sinfonia” aos ouvidos quando se leva o motor às 6 mil rotações.

O conteúdo continua após o anúncio

Por dentro, os assentos esportivos na cor vermelha entregam ótimos níveis de apoio lateral. O volante é forrado com couro e com pespontos na cor dos bancos, enquanto o painel é feito de material que imita fibra de carbono e a alavanca de marcha é de titânio. O cluster com velocímetro digital é todo iluminado em vermelho e dá uma aparência esportiva e atrativa ao mesmo tempo. Para o entretenimento, o carro vem com tela sensível ao toque de sete polegadas com compatibilidade para Apple Carplay e Android Auto, assim como um sistema de som premium de 540 Watts e 12 alto-falantes e subwoofer. Nos Estados Unidos, o Honda Civic Type R tem preço inicial de US$ 33.900 _ cerca de R$ 107.560. A versão Type R nunca veio oficialmente para o Brasil e não parece ser dessa vez que a fabricante japonesa pretende trazer o modelo.

Grata surpresa

Mesmo com motor turboalimentado, o carro não apresenta o efeito “turbo lag”, típico de propulsores com turbo. O 2.0 litros acelera com muita contundência e eleva os giros com muita facilidade. Já a caixa de marchas apresenta relações curtas e precisas, o que torna o uso bastante fácil e sem riscos de errar o engate.

O comportamento foi uma grata surpresa, já que o carro é bastante neutro _ mesmo o levando ao seu limite. O sistema de freios também merece destaque, pois funcionam sem nenhuma dificuldade e conseguem parar o Type R em distâncias bem curtas.

vi150817-01 vi150817-03 vi150817-05 vi150817-06
<
>

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia