Salão de Frankfurt de 2017 tem novidades e ausências

Por Tribuna

06/09/2017 às 20:00hs - Atualizada 06/09/2017 às 20:16hs

Os alemães se orgulham de sua indústria automotiva. Tanto que não é por acaso que dedicam mais de 200 mil metros quadrados ao Salão do Automóvel em Frankfurt, na Europa. O motorshow, visto pelos anfitriões como o maior do mundo, será aberto à imprensa a partir do dia 12 de setembro e ao público geral do dia 16 até o dia 24 desse mês, com fortes apostas no segmento dos elétricos, esportivos e SUVs.

Os anfitriões prometem diversas novidades. Só o Grupo BMW terá 20 novidades para apresentar no Salão, entre conceitos, versões renovadas e modelos inéditos – são quase 10 mil metros quadrados dedicados. Já o grupo Volkswagen pretende revelar importantes projetos, já que precisa recuperar a credibilidade com o governo local após uma série de acusações referentes ao escândalo nos testes de emissões, conhecido como Dieselgate, que perdura até hoje.

No entanto, há marcas que não aproveitarão a visibilidade do Salão. Nove fabricantes estão de fora do evento – são elas DS, Infiniti, Peugeot, Jeep, Fiat, Alfa Romeo, Mitsubishi, Volvo e Nissan que, juntas, correspondem a 20% do mercado europeu. De acordo com analistas, as empresas disputam a atenção do público com muitos produtos diferenciados – o que, no final das contas, não proporciona vendas. Por cortes de gastos, preferiram ficar de fora do evento.

Os destaques do Salão de Frankfurt 2017

Audi A8

O destaque da Audi para o Salão de Frankfurt é a nova geração do A8. Para rivalizar com o Mercedes Classe S e o BMW Série 7, o novo A8 vem com uma gama de motores que variam de 272 a 610 cv de potência. Com vendas no último trimestre de 2017, o sedã terá preço inicial de 90.600 euros (cerca de R$ 338.300) e passa pelos 97.500 euros na versão com motor TDI 3.0 (aproximadamente R$ 364 mil).

Bentley Continental GT

O trunfo da Bentley para o Salão de Frankfurt é a nova geração do Continental GT. O modelo vem com um motor 6.0 litros biturbo W12, de 635 cv e impressionantes 91,8 kgfm de torque – números que garantem um zero a 100 km/h em 3,7 segundos e uma máxima de 333 km/h. A transmissão é de dupla embreagem com oito marchas. O novo Continental GT tem visual inspirado no conceito EXP 10 Speed 6, apresentado no Salão de Genebra, em 2015.

BMW X3

A nova geração do BMW X3 ganhou melhorias visuais, aerodinâmicas, mecânicas e novos equipamentos. Além disso, o utilitário está 55 kg mais leve e recebeu assistência de condução semiautônoma capaz de controlar a direção, evitar colisões laterais, permanecer na faixa por conta própria e auxiliar o motorista em ultrapassagens. Outra novidade é o pacote da divisão M, que faz com o que o carro chegue aos 100 km/h, partindo da imobilidade, em 4,8 segundos. No Brasil, o novo X3 terá suas vendas iniciadas no início de 2018.

Citroën Aircross

A Citroën se rendeu ao clamor do mercado por SUVs. O C3 Aircross, nascido como monovolume aventureiro, agora assume caráter de SUV compacto em sua nova geração. Seu principal atributo é o visual customizável, com opções de combinações de diversas cores. Nas versões de entrada, o motor é um três cilindros 1.2 litro de 81 cv. Já nas variantes mais caras, os propulsores podem ser um 1.2 turbo com 108 cv da família PureTech, a gasolina, ou um 1.6 litro aspirado com 98 cv a diesel.

Dacia Duster

O Dacia Duster, da marca de baixo custo da Renault na Europa, aparecerá renovado em Frankfurt. Em sua segunda geração, o modelo terá uma atualização em sua plataforma e visual, mas sem grandes “ousadias”. A expectativa é de que o novo Duster chegue ao Brasil no final de 2018, com o logo da Renault. Outra novidade da fabricante francesa é a nova geração do Megane R.S., hot hatch que terá mais de 300 cv e um sistema de esterçamento das rodas traseiras.

Ferrari Portofino

O conteúdo continua após o anúncio

A Ferrari vai apresentar a substituta da California T. Trata-se da Portofino, um roadster com tração e motor traseiros e teto retrátil. O novo modelo de entrada virá com um motor 3.9 litros V8, biturbo, de 600 cv de potência e 77,5 kgfm de torque. A promessa é de que o modelo faça o zero a 100 km/h em 3,5 segundos.

Hyundai Kona

A Hyundai vai apresentar seu mais novo crossover compacto: o Kona. Feito sobre uma plataforma completamente inédita – compartilhada com o novo Kia Stonic -, o modelo tem o papel de estrear a nova linguagem visual da fabricante sul coreana, que deixou de lado o conceito de “linhas fluídas”. Na Europa, o Kona terá dois motores: um 1.0 turbo de 120 cv de potência associado a um câmbio manual de seis marchas e um 1.6 litro turbo de 177 cv combinado a uma caixa de dupla embreagem de sete velocidades e tração integral.

Mini Electric Concept

A Mini, controlada pela BMW, vai apresentar um conceito de carro 100% elétrico. O modelo antecipa as formas do futuro carro, que já entrará em produção no ano de 2019. O lançamento faz parte da estratégia de eletrificação do grupo BMW de pelo menos 15% de sua gama até 2025. Ainda não foram divulgadas informações técnicas do modelo.

Opel Grandland X

Agora dona da Opel/Vauxhall, que antes era de propriedade da GM, a PSA cedeu a plataforma do Peugeot 3008 para o novo integrante da família “X” de SUVs da marca recém-adquirida. O Grandland X tem 4,48 m de comprimento e capacidade de até 514 litros em seu porta-malas, além de contar com sistemas como controle de cruzeiro adaptável, volante aquecido, tampa do porta-malas com acionamento elétrico e carregamento sem fio para smartphones. Curiosamente, o OnStar, sistema da Chevrolet, também é oferecido no novo utilitário.

Porsche Cayenne

A Porsche vai apresentar ao público, pela primeira vez, a terceira geração do Cayenne. O SUV recebeu novos motores e mais tecnologia. Assim como aconteceu com o Audi Q7 e o Bentley Bentayga, a nova geração do Porsche Cayenne deve perder peso por conta do uso da nova plataforma MLB. Mais detalhes do carro só serão revelados durante o evento. Outros modelos que serão apresentados pela marca são o 911 Speedster e o 718 Boxster GTS.

Volkswagen Polo

A sexta geração do Polo é uma das novidades da Volkswagen para o Salão de Frankfurt. Feito sobre a plataforma MQB, a mesma que já é utilizada na fábrica da marca no Paraná na construção do Golf, Audi A3 sedã e Audi Q3, o Polo tem 4,05 m de comprimento, 1,75 m de largura e 1,45 m de altura, com um entre-eixos de 2,56 m. Em sua versão de topo, a GTI, o Polo terá o motor 2.0 TSI do Golf, com 200 cv com opções de transmissão manual de seis marchas ou a DSG, automatizada de dupla embreagem, de sete marchas. No Brasil, o carro é produzido na planta de São Bernardo do Campo (SP) e tem previsão de início das vendas para ocorrer entre novembro e dezembro de 2017.

Volkswagen T-Roc

Com a mesma plataforma MQB, o Volkswagen T-Roc é um SUV compacto que aposta no estilo esportivo, motores turbinados e amplas possibilidades de personalização. Serão seis opções de motores: três a gasolina TSI e três a diesel TDI, todos com turbo. De acordo com a marca, a versão mais potente contará com um propulsor de 190 cv. O SUV compacto deve chegar ao Brasil em 2018 para cumprir parte da estratégia de expansão da gama de utilitários da fabricante.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia