Personalidades de JF são agraciadas com Medalha Nelson Silva

Por Por Paulo César Magella (colaborou Renato Salles)

10/11/2017 às 07h00 - Atualizada 09/11/2017 às 21h17

Consciência negra

No mês da Consciência Negra, comemorado em novembro, a Câmara irá agraciar oito personalidades que se destacam em Juiz de Fora no apoio e na difusão de manifestações sociais e culturais da raça negra com a Medalha Nelson Silva. Além de pessoas físicas homenageadas, a honraria também será concedida a duas associações – a Casa de Cultura Evailton Vilela e o Grupo Remiwl Street Crew. A solenidade de cessão do reconhecimento já tem data para ser celebrada e acontece no próximo dia 30, às 19h30, no Palácio Barbosa Lima. Além dos presentes, todos os juiz-foranos poderão acompanhar a cerimônia, que terá transmissão ao vivo da JFTV Câmara.

Homenageados

Entre os oito homenageados, os nomes destacados são os de Cristina Simões Bezerra, Flávia de Paula Carvalho, Irani Alves, Mestre Giovane Israel dos Santos, Nivaldo Jesus da Silva, Plaudilina de Oliveira Boscato, Sebastião Augusto Estevão e Willian Santos da Silva. As indicações foram feitas pela própria Câmara, pelo Batuque Afro-brasileiro de Nelson Silva, pelo Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial (Compir), pela Secretaria Municipal da Educação, pelo Instituto Histórico e Geográfico e pela UFJF. “Há muito o que fazer pela valorização e promoção do negro, tanto em Juiz de Fora como no Brasil. Mas o maior desafio é reconhecer que ainda há preconceito, pois assim é mais fácil combatê-lo”, considera o presidente da Câmara, Rodrigo Matos (PSDB).

‘Limpa nome’

Por meio de seu Serviço de Defesa do Consumidor (Sedecon), a Câmara está oferecendo aos cidadãos que possuem débitos negativos a possibilidade de buscar entendimentos a credores por meio da renegociação de suas dívidas. A ação é chamada de “Feirão Limpa Nome” e estará acessível ao juiz-forano entre os dias 20 e 23 de novembro. Em um primeiro momento, as empresas e as instituições participantes são o cartão Bahamas card, o Banco do Brasil, o Santander, o Bradesco, a Caixa Econômica Federal e o Banco Itaú. A ação também será estendida àqueles que possuem passivos relacionados à conta de água da Cesama.

O conteúdo continua após o anúncio

Carteiras de trabalho

Em nota encaminhada à Tribuna, o Ministério do Trabalho (MTE) admitiu que o sistema de emissão de carteiras de trabalho passa por instabilidade. De acordo com o MTE, o sistema já está “internalizado na estrutura tecnológica da Dataprev”, conforme define projeto de modernização iniciado na semana passada. “As equipes técnicas das áreas de desenvolvimento, infraestrutura, banco de dados, atendimento e negócios do Ministério do Trabalho e da Dataprev estão trabalhando para que o sistema se estabilize até a próxima semana”, afirma a nota. Por conta disso, a emissão do documento chegou a ser suspensa na Câmara. O mesmo aconteceu na Unidade de Atendimento Integrado (UAI).

 

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia