Encontro do PMDB em Juiz de Fora aponta Bruno como candidato ao Senado Federal

Por Paulo Cesar Magella

10/10/2017 às 06h30 - Atualizada 09/10/2017 às 21h23

Por trás do discurso

Durante o encontro do PMDB, no sábado (7), algumas informações soaram como recados tanto para dentro quanto para fora do partido. O vice-governador Antônio Andrade, dirigindo-se ao vice-prefeito Antônio Almas, disse para ele ficar pronto para assumir a Prefeitura a partir do final de abril, pois a legenda iria precisar do prefeito Bruno Siqueira para voos mais altos. Pelo tom dos discursos, o entendimento foi de que o dirigente juiz-forano deve ser uma das opções para o Senado Federal. E foi em torno desse tema que vários discursos foram feitos.

Pesquisas em BH

Para fora do PMDB foi a frase emblemática do próprio Bruno, quando disse que treino é treino, jogo é jogo. Seria uma alusão às pesquisas que circulam em Belo Horizonte apontando para outros nomes como candidatos certos para o Senado Federal e para o Governo de Minas. Ele não se apresentou como candidato, mas também, em momento algum, desautorizou os portadores do discurso em torno de sua eventual candidatura.

Outros palanques

O nome do prefeito de Juiz de Fora não está inserido apenas na pauta peemedebista. Como líder de um dos maiores colégios eleitorais de Minas, ele passa até mesmo por conversas dentro do Governo Pimentel, sobretudo se prevalecer a tese defendida pelo presidente da Assembleia, Adalclever Lopes, que tem planos de manter o PMDB na base governista e ter o seu nome indicado para candidato a vice.

O conteúdo continua após o anúncio

Grande acordo

Nesse caso, o PT teria que abrir mão de alguns possíveis nomes para a disputa envolvendo o Senado Federal. Os deputados Odair Cunha – secretário de Governo – e Reginaldo Lopes atuam para ter seus nomes indicados para tal jornada, mas não seria surpresa se nenhum deles entrar nesse páreo. Como em política tudo é possível, há mesmo a possibilidade de Bruno e Marcio Lacerda serem esses nomes. Nesse caso, o candidato do PSB abriria mão de tentar o Governo e fechar também com Pimentel. Só o tempo, no entanto, dirá.

Pré-candidata

Em discurso durante evento no fim de semana, no Bairro Progresso, a vereadora Ana Rossignoli (PMDB) anunciou seu apoio ao vereador Adriano Miranda (PHS) para deputado estadual. Ressaltou as qualidades de seu colega de Câmara e acrescentou uma novidade: “Da mesma forma que eu conto com o voto de vocês no dr. Adriano, eu conto com o apoio de cada um para 2020, como candidata a prefeita”. Ana seguiu a mesma linha dos discursos tradicionais: “Nós vamos mostrar a cidade que nós temos e a cidade que queremos”. O vídeo já está nas redes sociais.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia