Cúpula tucana quer Rodrigo Mattos disputado vaga na Câmara Federal

Por Paulo Cesar Magella

06/09/2017 às 06h30 - Atualizada 05/09/2017 às 19h27

Mais um degrau

Com o prefeito Bruno Siqueira (PMDB) e os deputados federais Júlio Delgado (PSB) e Marcus Pestana (PSDB) cotados para a disputa majoritária de 2018, quer como candidatos na chapa para o Governo de Minas, quer como postulantes a uma das duas cadeiras mineiras no Senado, a configuração das candidaturas locais pode sofrer alteração. Nome certo no páreo para a Assembleia de Minas, o presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Mattos (PSDB), recebeu uma sondagem da cúpula tucana, no início da semana, sobre a possibilidade de concorrer à Câmara dos Deputados. Ele não disse sim nem não, mas ficou lisonjeado com a lembrança. Vai avaliar melhor a situação e a definição do cenário após a reforma política, se ela, de fato, sair.

Vai depender

Além da possibilidade de Bruno, Júlio e Pestana buscarem voos mais altos, o dirigente tucano revelou a Rodrigo Mattos a preocupação com o fim das coligações proporcionais. A medida, na sua avaliação, pode vir via reforma política ou por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com isso, o PSDB será obrigado a lançar chapa completa para conseguir emplacar uma boa bancada. Nesse contexto, outra aposta é ter o senador Aécio Neves (PSDB) como puxador de votos. Mas as implicações podem ir além, forçando alguns candidatos – se a coligação prevalecer – até mesmo a buscarem rumo em outras legendas.

Só segunda

Quem tem demandas a resolver no serviço público esta semana deve ficar atento. O atendimento só vai até hoje, uma vez que a maioria das repartições públicas encerra suas atividades nesta quarta-feira e só volta às atividades na segunda-feira. Feriados como este 7 de setembro, que caem numa quinta-feira, induzem à adoção do chamado ponto facultativo. E, neste, ninguém trabalha, salvo os plantões e serviços emergenciais.

O conteúdo continua após o anúncio

Valorização da vida

O médico psiquiatra Rodrigo Cruz, um dos colunistas da Rádio CBN Juiz de Fora, foi convidado para fazer palestra na Câmara, durante o espaço Tribuna livre, sobre o suicídio e suas implicações. O evento faria parte do Setembro Amarelo e da semana municipal de valorização da vida, oriundo de lei de autoria do vereador Rodrigo Mattos. O psiquiatra irá abordar o tema antes da reunião ordinária. O mote do convite foi sustentado por números preocupantes apresentados pela Organização Mundial de Saúde: mais de 800 mil pessoas dão fim à própria vida todos os anos no mundo. É um suicídio a cada 40 segundos.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia