Movimento Negro elabora documento com sugestões de medidas em favor da igualdade racial

Por Paulo Cesar Magella

02/11/2017 às 06h30 - Atualizada 01/11/2017 às 20h31

Ações afirmativas

Uma das ações que os ativistas do Movimento Negro desenvolvem em Juiz de Fora, indo até o dia 20, é elaborar um documento com sugestões de medidas em favor da igualdade racial e do combate à discriminação, além de apontar para a mortalidade de jovens negros na cidade. O texto será entregue aos deputados estaduais que programaram para o dia 20, em Juiz de Fora, uma audiência pública para tratar exclusivamente dessas questões. O sociólogo Martvs das Chagas e a professora Fernanda Moura, que participam da coordenação do projeto, em entrevista à Rádio CBN Juiz de Fora, que vai ao ar nesta quinta-feira (2), a partir das 11h05, destacaram que gostariam que os parlamentares com domicílio eleitoral na cidade também participassem da audiência, pois, até agora, não percebem qualquer ação destes em favor do movimento.

Asfalto

O deputado federal Marcus Pestana telefonou para o prefeito Bruno Siqueira, nessa quarta-feira (1º), para informar-lhe sobre a liberação de mais de R$ 1,1 milhão para implantação de pavimentação asfáltica de vias urbanas de Juiz de Fora. Os recursos são resultados de emendas de sua autoria para ruas dos bairros Mariano Procópio, Democrata e Vale do Ipê, além da Zona Norte.

Visita a JF

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, confirmou sua visita a Juiz de Fora no dia 7 para participar de uma série de eventos, como a assinatura da ordem de serviços para obras de contenção de encostas. Ciceroneado pelo prefeito Bruno Siqueira, ele também visitará a Estação de Tratamento de Esgoto. Como o Painel já antecipou, ele ainda terá agenda com prefeitos da região, para tratar das demandas municipais que estão em curso em sua pasta.

O conteúdo continua após o anúncio

Emenda de feriado

Cartórios eleitorais e os postos e centrais de atendimento da Justiça Eleitoral em todo o estado não vão funcionar nesta sexta-feira (3). Da mesma forma, também manterão suas portas fechadas nesta quinta (2), em razão do Dia dos Finados. A informação foi confirmada pela própria secretaria do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE). A medida se justifica. Este ano, em caráter excepcional, o feriado do dia 1º de novembro, data definida pela Lei Federal 5.010/1966, que lista os dias que são feriados no Judiciário de âmbito Federal, foi transferido para o dia 3 por determinação da Presidência do TRE. Apenas o serviço Disque-Eleitor, pelo 148, funciona nesta sexta (3), entre 7h e 19h. O serviço é disponibilizado pelo tribunal para orientar eleitores de todo o estado.

 

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia