Encontro Regional tem reforma política e campanha eleitoral na mesa principal

Por Paulo Cesar Magella

02/09/2017 às 06h00 - Atualizada 01/09/2017 às 20h01

Conversas mineiras

O Encontro Regional de Prefeituras, nessa sexta-feira, em Juiz de Fora, teve uma agenda ampla, mas o tempero foi fortemente acentuado pelo processo eleitoral. A discussão não ficou restrita às palestras, como as dos deputados Marcus Pestana, Rodrigo Pacheco e Luiz Fernando Faria, mas também pelos discursos dos demais convidados e pelas conversas entre os participantes do evento. Muitas questões foram avaliadas ao pé do ouvido, próprias da mineiridade que atua mais nos bastidores do que nos palanques. Anfitrião do evento, o prefeito Bruno Siqueira foi citado por todos os oradores como um player da política mineira, mas ele próprio ainda não bateu o martelo sobre o seu futuro.

O que quiser

No discurso para os prefeitos, no encontro regional de prefeituras, o vice-governador Toninho Andrade disse que o prefeito pode ser tanto candidato ao Senado quanto a vice-governador, mas pode também continuar na Prefeitura se for esse o seu entendimento. O deputado Rodrigo Pacheco, outro nome que Andrade tem na manga para disputar o Governo, também garantiu que o prefeito de Juiz de Fora representa as esperanças de uma nova política no PMDB. “O partido reserva voos mais altos para o prefeito de Juiz de Fora”, destacou.

Crime organizado

O deputado Rodrigo Pacheco, presidente da Comissão de Constituição e Justiça, não se prendeu apenas à pauta da reforma política. Ele advertiu aos prefeitos que não entrem no discurso de municipalização da segurança pública. Esta é, e deve continuar sendo, uma prerrogativa da União e dos estados, podendo as prefeituras participarem do projeto, mas não como protagonistas. Ele disse que foi alertado por membros da cúpula das polícias, especialmente a Federal, que a municipalização seria uma porta aberta para os municípios serem tomados pelo crime organizado. Já Luiz Fernando apresentou vários projetos em defesa do municipalismo, o que soou como música ao ouvido dos prefeitos participantes.

O conteúdo continua após o anúncio

Quer disputar

As discussões locais em torno dos eventuais candidatos a deputado prosseguem marcadas pelo jogo de informações. O vereador Adriano Miranda garantiu que não abriu mão da pretensão de disputar uma das cadeiras da Assembleia Legislativa. O PHS mantém projeto de ampliar sua representação em Belo Horizonte e em Brasília, e seu nome está cotado entre os possíveis candidatos. Miranda cumpre o seu primeiro mandato na Câmara Municipal, mas considera que poderá ser mais útil à cidade na Assembleia. Para tanto, seu partido está se articulando com outras legendas.

Paulo Cesar Magella

Paulo Cesar Magella

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia