Solidariedade de sofá

Por Wendell Guiducci

01/08/2017 às 07:01hs - Atualizada 01/08/2017 às 07:28hs

Nelson Rodrigues atribuiu a Otto Lara Resende a máxima “O mineiro só é solidário no câncer”.

Otto, que era mineiro, imortal da Academia Brasileira de Letras, morreu negando.

De edema pulmonar, não de câncer.

Seja Otto ou Nelson o autor, sabe-se lá com que mineiros conviveram, o postulado sempre foi digno de toda impugnação.

Pois o mineiro, como sabem os que entre eles vivem, sempre foi solidário também na hora de matar o capado.

De casar a filha do Zé do Tonho.

De fazer a limpa na lagoa.

De beber o defunto.

Isso em outros tempos.

Porque o mineiro agora é digital.

Tem WhatsApp.

Facebook.

O mineiro só é solidário do sofá.

#forçaederson

O conteúdo continua após o anúncio

#forçachape

#forçaabel

Parabéns.

Felicidades.

Muito amor envolvido. Etc.

O mineiro, que nem curte “Careless whisper”, agora morre de sofrimento quando morre o George Michael.

#nãoestousabendolidar

#nãoogeorgenão

#lutoporgeorge

O mineiro não passa mais pra dar um oi. Manda um zap.

Não liga pra desejar feliz aniversário. Deixa um post.

O mineiro está vendo o Brasil ir pro buraco e se indigna muito compartilhando meme.

O mineiro tá lascado.

Wendell Guiducci

Wendell Guiducci

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia